12 Mapas do Brasil com estados, capitais e regiões

O mapa do Brasil passou por modificações ao longo dos anos, sendo a última em 1988

(CLIQUE PARA AMPLIAR) Mapa atual do Brasil com seus 26 estados mais o Distrito Federal (Foto: depositphotos)

Neste artigo ‘Mapa do Brasil: regiões, estados e capitais’, você descobrirá a origem do mapa do Brasil, o ano da sua criação, as regiões do nosso país com seus respectivos estados, capitais e cidades.

Por isso, compreender o mapa político do Brasil é o primeiro passo para ser dar bem na escola, no trabalho e nas questões úteis do dia a dia. É por meio dele que o usuário vai conferir as divisões e fronteiras de cada área.

O Brasil está dividido em cinco regiões políticas: o Norte, com os estados do Tocantins, Acre, Pará, Rondônia, Roraima, Amapá e Amazonas; Centro-oeste, com Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás e Distrito Federal; Nordeste, com Bahia, Sergipe, Alagoas, Paraíba, Pernambuco, Rio Grande do Norte, Ceará, Piauí e Maranhão; Sudeste, com Espírito Santo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e São Paulo; e Sul, com Santa Catarina, Rio Grande do Sul e Paraná.

Caso deseje, dê uma olhada no mapa dinâmico do Brasil logo abaixo:

Estados e capitais do mapa do Brasil

 Acre

  • Capital: Rio Branco
  • Sigla: AC
  • Gentílico: Acriano

Alagoas

  • Capital: Maceió
  • Sigla: AL
  • Gentílico: Alagoano

 Amapá

  • Capital: Macapá
  • Sigla: AP
  • Gentílico: Amapaense

Amazonas

  • Capital: Manaus
  • Sigla: AM
  • Gentílico: Amazonense

 Bahia

  • Capital: Salvador
  • Sigla: BA
  • Gentílico: Baiano

 Ceará

  • Capital: Fortaleza
  • Sigla: CE
  • Gentílico: Cearense

Distrito Federal

  • Capital: Brasília
  • Sigla: DF

 Espírito Santo

  • Capital: Vitória
  • Sigla: ES
  • Gentílico: Capixaba

 Goiás

  • Capital: Goiânia
  • Sigla: GO
  • Gentílico: Goiano

Maranhão

  • Capital: São Luís
  • Sigla: MA
  • Gentílico: Maranhense

Veja também: Climas do Brasil – Tipos e mapa

Mato Grosso

  • Capital: Cuiabá
  • Sigla: MT
  • Gentílico: Matogrossense

Mato Grosso do Sul

  • Capital: Campo Grande
  • Sigla: MS
  • Gentílico: Sul-Matogrossense

Minas Gerais

  • Capital: Belo Horizonte
  • Sigla: MG
  • Gentílico: Mineiro

Pará

  • Capital: Belém
  • Sigla: PA
  • Gentílico: Paraense

Paraíba

  • Capital: João Pessoa
  • Sigla: PB
  • Gentílico: Paraibano

Paraná

  • Capital: Curitiba
  • Sigla: PR
  • Gentílico: Paranaense

 Pernambuco

  • Capital: Recife
  • Sigla: PE
  • Gentílico: Pernambucano

Piauí

  • Capital: Teresina
  • Sigla: PI
  • Gentílico: Piauiense

Rio de Janeiro

  • Capital: Rio de Janeiro
  • Sigla: RJ
  • Gentílico: Fluminense

Rio Grande do Norte

  • Capital: Natal
  • Sigla: RN
  • Gentílico: Potiguar

Rio Grande do Sul

  • Capital: Porto Alegre
  • Sigla: RS
  • Gentílico: Gaúcho

Rondônia

  • Capital: Porto Velho
  • Sigla: RO
  • Gentílico: Rondoniense

Roraima

  • Capital: Boa Vista
  • Sigla: RR
  • Gentílico: Roraimense

Santa Catarina

  • Capital: Florianópolis
  • Sigla: SC
  • Gentílico: Catarinense

São Paulo

  • Capital: São Paulo
  • Sigla: SP
  • Gentílico: Paulista

Sergipe

  • Capital: Aracaju
  • Sigla: SE
  • Gentílico: Sergipano

Tocantins

  • Capital: Palmas
  • Sigla: TO
  • Gentílico: Tocantinense

Veja também: Região Norte do Brasil: ‘berço’ da Floresta Amazônica

Mapa político do Brasil

O Mapa político do Brasil é aquele que representa as divisões territoriais e as fronteiras que os estados, cidades e regiões fazem uns com os outros. O nosso mapa político já passou por diversas atualizações e a versão que utilizamos agora é de 1988, ano da promulgação da Constituição.

(CLIQUE PARA AMPLIAR) Mapa dos rios do Brasil

 

(CLIQUE PARA AMPLIAR) Mapa das rodovias do Brasil

A origem do mapa do Brasil

A origem do mapa do Brasil remonta o final da Idade Média e início da Idade Moderna. Ele surgiu depois das expedições de navegadores em nosso território, sobretudo, pela iniciativa de Gonçalo Coelho e Américo Vespúcio, esse último recebeu a atribuição de “navegador” das Américas, ou novo mundo, como era chamada essa parte do planeta.

Primeiros mapas do mundo

A origem do mapa é antiga. Ele vem bem antes da escrita. Os primeiros exemplos de mapas “remontam o período Paleolítico Superior, de 30 mil anos antes de Cristo”, afirma Jerry Brotton, autor do livro ‘Uma história do mundo em doze mapas’, da editora Zahar.

É sabido também que as antigas civilizações já usavam a cartografia para descrever áreas para a caça e para a pesca. Mas foi na Idade Média que os mapas ganharam uma maior importância, devido às descrições feitas por navegadores. Foram eles os grandes responsáveis pelo desenvolvimento da cartografia no mundo. Seus relatos ajudaram a fazer os primeiros mapas a nível mundial.

Veja também: Tratado de Tordesilhas – História, mapa e Brasil

Em que ano foi criado o mapa do Brasil?

O primeiro mapa do Brasil oficialmente reconhecido surgiu em 1502. Ele foi feito com as informações coletadas pelos navegadores que saíram a desbravar o nosso território. Depois dessa época, foram feitos vários mapas do Brasil, mas não eram acessíveis à população. Esse material era conhecido como ‘Planisfério Português’.

A maior parte da produção cartográfica dessa época ficava resguardada pela corte portuguesa. Eram os imperadores e a corte real que obtinham informações privilegiadas do nosso território e, ao longo da história brasileira, os primeiros mapas eram feitos para atender os interesses reais.

O mapa do Brasil sofreu muitas transformações no decorrer do tempo, em especial durante o processo de regionalização do território. Em 1913 é feita a primeira proposta de regionalização do território brasileiro, amplamente usada no ensino de Geografia. Somente em 1940, o mapa do Brasil passou por uma modernização, realizada pelo IBGE, levando em consideração os aspectos físicos e também os socioeconômicos brasileiros.

Várias outras modificações foram efetuadas em anos posteriores. Mais tarde, na década de 1970, outras mudanças no nosso território mudaram mais uma vez o mapa do Brasil, quando o desenho regional brasileiro ganha o formato atual, embora os estados ainda se alterassem em anos depois. Foi quando o Mato Grosso foi dividido e deu origem ao Mato Grosso do Sul. Em 1982, foi a vez de Rondônia virar estado e mais uma vez o nosso mapa foi alterado.

Cinco anos depois, mais modificações foram feitas na nossa cartografia. Roraima e Amapá também viraram estados, Goiás passou a ser considerado um estado do Centro-oeste e uma parte do seu território fundou o Tocantins que foi integrado ao Norte do país.

Com o passar dos anos, foram instituídos como estados brasileiros o Acre e o Pará. As áreas do Amazonas e Santa Catarina também foram alteradas e, finalmente, chegamos ao mapa do Brasil conforme conhecemos hoje em dia.

Imagens da evolução do mapa do Brasil

Veja as evoluções pelas quais passou o mapa do Brasil, desde 1534 até a última retificação em 1988, ano na promulgação da Constituição.

1534 – Capitanias Hereditárias

1534 – Capitanias hereditárias: esse mapa do Brasil chama a atenção por apresentar a porção mais ao Leste do território brasileiro, a qual estava sob domínio de Portugal. Eram as capitanias hereditárias, concessões de terras feitas pela Coroa portuguesa para colonização e exploração destas áreas.

1573 – Dois Estados

1573 – Dois Estados: as áreas mapeadas nessa época, foram divididas em duas repartições. Uma ao Sul, outra ao Norte.

1709 – Desenvolvimento de São Paulo

1709 – São Paulo no seu máximo: o estado de São Paulo vive o seu auge. Nessa época, o estado começa a despontar e seu desenvolvimento está a todo vapor.

1817 – Pré Revolução Pernambucana

1817 – Antes da Revolução Pernambucana

1822 – Províncias Imperiais

1822 – Províncias Imperiais: nessa época até o Uruguai fazia parte do Mapa político do Brasil.

Veja também: Fusos horários no Brasil

1889 – Início da República

1889 – Início da República: nessa época, o Brasil perde o território do Uruguai e Santa Catarina passa e ser maior.

1943 – Definição de mais estados

1943 – Territórios de fronteira: agora você já pode ver vários estados que antes não estavam registrados no mapa do Brasil, como: o Acre, Rio Branco, Amapá, Iguaçu, Ponta Porã, Guaporé e o Distrito Federal demarcado no Rio de Janeiro, além da incorporação da Ilha de Fernando de Noronha. Estes territórios foram criados pelo então presidente Getúlio Vargas, sendo por este administrados, como medida de Segurança Nacional.

1988 – Configuração atual

1988 – Configuração atual desde a promulgação da Constituição de 1988: capital federal já em Brasília, estado de Roraima, divisão do Mato Grosso, de Goiás, extinção do Guaporé, Ponta Porã e Iguaçu.

Regiões, estados e capitais do Mapa do Brasil

O mapa do Brasil é grande e apresenta o nosso território com suas divisões. Apesar das modificações sofridas ao longo dos anos, atualmente ele é reconhecido oficialmente, principalmente no que diz respeito às fronteiras internacionais.

Ter em mente as divisões dos nossos territórios é fundamental para compreender áreas importantes da nossa geografia, economia, agricultura e cultura. Você conhece todas as regiões do Brasil? De qual você gosta mais?

Fonte: Portal Estudo Prático / Terra

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: