fbpx

3 coisas que você fazer para estudar de forma estratégica e ir bem na prova!

Já ouvi uma frase do tipo ” Estude enquanto eles dormem”, mas será que isso é necessário? Umas das armadilhas que muitos caem é achar que quantidade é qualidade, é achar que estudar 12 horas por dia é a chave para conseguir aquela nota tão sonhada, e finalmente a aprovação. Essa ilusão tem feito muitos vestibulandos acabarem com sua saúde física e emocional, e quando nossa saúde não vai bem, já sabe, nada vai, portanto não caia nessa armadilha, em vez de estudar tantas horas por dia a ponto de perder suas horas de sono, veja agora 3 dicas para não precisar estudar tantas horas por dia.

Não estude tudo

Vou te convencer disso apenas te fazendo essa pergunta: é possível que numa prova com número limitado de questões caia tudo que estava no edital? Claro que não. Já vi muitos alunos que começaram seu ano de preparação pegando tudo que estava no edital da prova e listando cada assunto, logo em seguida montaram um cronograma com as seguintes atividades: ver vídeo-aulas, ler o conteúdo, fazer resumos, e fazer questões. Detalhe: essas quatro tarefas teriam que ser feitas com cada conteúdo que foi listado. Isso é quase um crime contra a sua saúde mental e física. Se você planejar um cronograma desse jeito, de forma tradicional, sem estratégia,a prova vai chegar e você não terá concluído ele, sem falar que mesmo você conseguindo concluir, você vai chegar na prova cansado, exausto, pois durante o ano todo de preparação você precisou gastar no mínimo oito horas por dia para cumprir esse cronograma insano, portanto já que essa dica se trata de não estudar tudo, veja a seguir como selecionar o que estudar

Pesquise os assuntos que mais caem

Essa dica é muito comum, mas o que não te explicaram foi a lógica que justifica o porquê de fazer isso. O que é mais provável, cair assuntos aleatórios do edital, ou cair aqueles que estão presentes todo ano na sua prova? Os que estão mais presentes todo ano certo? Então por que você está estudando aquele assunto específico que seu professor passou, que fez parte da grade curricular da sua escola mas que nunca caiu, ou pouco caiu nas edições anteriores na sua prova?Pare já de perder seu tempo com alguns assuntos que você viu no ensino médio e comece a gastar energia nos que realmente tem chances grandes de estarem nas questões do seu exame. Não caia nessa de que sua prova irá cobrar tudo do edital, pois mesmo que isso fosse possível, sempre há os assuntos queridinhos que eles mais gostam de cobrar do aluno, ou seja, é mais válido gastar tempo aprendendo e aperfeiçoando assuntos que vão cair em três questões do que gastar tempo em assuntos que caem 1 vez a cada 2 anos por exemplo.

Continue de onde você parou

Se você está meio caminho andado, qual é o sentido de voltar para o início dele? Muitos já estão tão acostumados com a ” rotina” de estudar o ano todo, não conseguir ser aprovado,  e começar a se preparar mais um ano, que não percebem que justamente por causa dessa repetição contínua já aprenderam pelo menos a base dos assuntos que são cobrados na prova, mas essa ”rotina” já está tão comum que não se tocam que não precisam voltar para início, vendo as mesmas vídeo-aulas e lendo os mesmos materiais, portanto levanta a cabeça e se liga: prossiga seus estudos de onde você precisa, ou seja parta para as questões! você já tem a base, e base é suficiente para conseguir fazê-las ou pelo menos saber qual o caminho a se percorrer para resolvê-las. Sim, estou dizendo para você esquecer a teoria e ir logo para a prática, e isso se trata de uma forma de estudo que não é tão convencional mas é super útil, e o melhor, otimiza seu tempo de estudo, portanto vai ter um post exclusivo falando sobre isso, fique ligado!

 

 

 

Fonte: Google News

Deixe uma resposta

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!