6 segredos do treinamento de Renato Moicano

2. Mais volume para lutas de cinco rounds
“Tento sempre deixar meu atleta preparado para lutar quantos rounds ele precisa e para que eles possam ter o ritmo um ritmo de luta mais intenso possível dentro de suas características. Trabalhamos em sintonia com os treinadores de luta, porque os treinos de luta são tão físicos quanto a preparação. Aqui na American Top Team fazemos em conjunto o controle geral da semana do atleta. Tenho a possibilidade de trabalhar do lado dos sparrings e dos treinos de wrestling, jiu-jítsu, boxe e muay thai, e dosar em conjunto os volumes de treinamento, o tempo e o descanso. Quando o atleta vai lutar cinco rounds, como o Renato neste sábado, adiciono volume. Os circuitos de treinamento foram um pouco mais longos e adicionei intervalos ativos entre eles. Em vez de descansar no intervalo, ele fazia exercício cíclico, como airdyne [tipo de bicicleta ergométrica], mantendo uma intensidade pré-programada, para depois voltar para o circuito de exercícios complexos.”

3. Nada de relaxar no momento entre lutas
“Sempre me preocupo em coordenar a base do atleta. Renato se mantém ativo no off camp. Por isso, ele chegou para esse camp já com a base muito bem feita e conseguimos um ritmo de treinamento mais acelerado.”

4. Exercícios aeróbicos curtos e intensos
“Uso exercícios aeróbios com característica intermitente – muito treinamento intervalado. O atleta faz, por exemplo, aquele aparelho que simula uma escalada, airdyne, corda naval e corrida, mas sempre em estímulos curtos e muito intensos. Os exercícios duram no máximo um minuto e geralmente os estímulos máximos são entre 15 e 30 segundos.”


Fonte: UFC

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: