fbpx

A Evergrande é o próximo Lehman Brothers?

 

Desde que a gigante da construção chinesa Evergrande comunicou ao mercado que talvez não consiga pagar seus credores, as bolsas no mundo azedaram. Estaríamos diante de um novo Lehman Brothers? As duas empresas estão em atividades e realidades e épocas diferentes: uma é uma construtora chinesa em atividade e a outra um banco norte-americano que faliu, desencadeando a crise do subprime, em 2008. Mas uma coisa elas têm em comum: são consideradas “too big to fail”, ou grandes demais para falir.

Os compromissos da Evergrande com os credores hoje giram em torno de US$ 300 bilhões, mais ou menos metade das dívidas do Lehman Brothers no momento da falência, o suficiente para levantar suspeitas mundo afora. Estaríamos, então, correndo o risco de uma nova crise causada por um too big to fail?

Para responder essa pergunta convidamos Noman Khan, da O3 Capital. Khan, que já passou também pela Hedging-Griffo e pela Verde, é responsável pela gestão e análise de estratégia macro global da casa, com foco nos mercados asiáticos. A conversa acontece às 19h, ao vivo, no canal do Stock Pickers no YouTube.

Fonte: Infomoney

Deixe uma resposta

Jornais Virtuais