fbpx

A influência do Sexo no Ganho de Massa Muscular

A influência do Sexo no Ganho de Massa Muscular





Whey Protein GrowthWhey Protein Growth




Uma das ligações mais importantes entre sexo e hipertrofia muscular é o zinco. Mas por que o zinco?

Sempre que um homem tem um orgasmo, o zinco é lançado no sêmen, justamente porque o nutriente essencial é necessário para o crescimento e desenvolvimento do esperma.

Sendo assim, quando os níveis estão insuficientes, a principal causa muitas vezes é a infertilidade.

Outra conexão quando se trata de sexo e construção muscular é a ligação com os níveis de força.

Após a relação sexual, os homens sentem uma sensação de relaxamento. Isso, porque durante o ato há uma liberação de ocitocina no organismo, que provoca este tipo de sentimento.

Logo, para realizar um treino de hipertrofia, por exemplo, o ideal é que os níveis de energia estejam recarregados.

Um ponto a ser questionado também é com relação à testosterona, hormônio masculino, que tem um grande impacto sobre os níveis de libido.

Quando o homem possui as taxas de testosteronas adequadas, a indução dos ganhos de massa muscular são maiores, porém, para os ganhos serem satisfatórios, a prática de exercícios físicos deve ser relativamente frequente.

Leia também:

Com relação a essa última questão, é muito discutido se o sexo atrapalha a atividade física, mais precisamente a musculação.

Existem dados que mostram que se o indivíduo usar 80% da sua capacidade em um treino de alta intensidade, em cinco minutos ele consegue uma reposição total de glicogênio muscular.

Desta maneira, é nítido que o sexo não tem efeito negativo sobre os resultados.

De acordo com outra pesquisa divulgada no The Journal of Sexual Medicine, a relação sexual não afeta significativamente a força dos músculos das pernas, e abster-se do ato antes de um treino ou competição não é necessário.

Por isso, agora quando falarem que o sexo atrapalha na hipertrofia muscular, descarte essa opção.

Acompanhe a seguir como o sexo tem uma importante função no processo de hipertrofia muscular, uma vez que o desempenho e satisfação aumentam com uma vida ativa.

 

Qual a relação dos exercícios físicos com o sexo?

 

Cientificamente, os benefícios que as atividades físicas trazem ao ser humano já foram comprovados.

O motivo é devido à sua contribuição para a saúde física e mental. No entanto, o que pouco se questiona é a relação das atividades físicas com a qualidade de vida sexual, por conta de poucos estudos científicos sobre o assunto.

Mas algumas pesquisas publicadas nas últimas décadas e recentemente contribuem para o entendimento desses benefícios.

Em 1982 o estudioso Frauman, com o objetivo de investigar a relação entre exercício físico e comportamento sexual, comparou um grupo de sedentários com praticantes de esportes populares.

Os jovens, de ambos os sexos, responderam um questionário sobre aspectos da sexualidade, relatando à frequência semanal e ao desejo sexual.

Como resultado, o grupo que mencionou maior consumo de tempo para atividades físicas também apresentou maior frequência e desejo sexual.





Creatina GrowthCreatina Growth




Sexo Masturbação NoFAP e o Aumento da TestosteronaSexo Masturbação NoFAP e o Aumento da TestosteronaSeguindo este mesmo modelo, outro estudo revelou que os praticantes de exercícios relataram maior satisfação e que o treinamento físico poderia aumentar o entusiasmo sexual.

Ao invés de jovens, pesquisadores do New England Research Institude nos EUA desenvolverem um estudo com um grupo de 600 homens de meia idade ao longo de um período de oito anos.

Os homens que praticavam corrida regularmente durante este período, não relataram nenhum problema de impotência, enquanto os de vida sedentária apresentavam vários episódios de perda de vigor sexual e disfunção erétil.

Com esses estudos pode-se ver claramente que os mecanismos fisiológicos explicam a melhora do sexo com a prática de exercícios.

Tanto os homens quanto as mulheres que realizam atividade física regularmente obtém melhorar na perfusão sanguínea para os órgãos genitais, melhora na saúde dos vasos sanguíneos, benefícios hormonais e liberação de endorfinas.

Para aqueles que buscam motivação para fazer exercícios, fica aí mais um estímulo. Então, podemos dizer com uma antítese que se a vida sexual não está satisfatória, corra que ela melhora.

 

O sexo ajuda na hipertrofia muscular?

 

Primeiramente, a hipertrofia muscular se deve a uma série de fatores, e o sexo, é um deles.

Como já relatamos no início, o zinco, nutriente essencial para o bom funcionamento do corpo, devido a sua função imune, defesa antioxidante, crescimento e desenvolvimento.

Ainda, está envolvido com o sistema reprodutivo masculino, por sua presença no testículo ser fundamental a espermatogênese. Ponto este, onde falaremos com mais ênfase.

Os níveis deste mineral no corpo devem estar adequados para funcionar na medida do possível.

Quando ocorre uma diminuição dos níveis de zinco no corpo, as consequências são a infertilidade e a dificuldade em gerar massa muscular magra.

Leia também:

Isso é o que muitos não sabem, mas agora, devem ficar atentos.

O baixo nível de zinco se deve porque ele é perdido através do orgasmo. Deste modo, quando a pessoa tem relação sexual com frequência e não repõe este zinco através de uma alimentação rica no nutriente, é muito provável que o déficit irá cair.

Para isso não acontecer, basta ingerir alimentos como ostras, mariscos, gérmen de trigo, fígado, castanhas, pinhões, nozes e dependendo até mesmo suplementos alimentares, mas somente com orientação médica.

Os atletas e praticantes de atividades físicas, como por exemplo, a musculação, possuem demandas energéticas maiores de acordo com a intensidade do treinamento.

Por isso, é necessário ajustes cardiovasculares e respiratórios para compensar e manter o esforço feito.

Com a deficiência do mineral, o zinco, ocorre uma mobilização nas reservas do organismo, causando as seguintes consequências:

    • Anorexia;
    • Retardo no crescimento;
    • Defeito no crescimento fetal;
    • Cicatrização lenta;
    • Intolerância à glicose;
    • Hipogonadismo;
    • Impotência sexual;
    • Atrofia testicular;
    • Atraso na maturação sexual e esquelética;
    • Restrição da utilização de vitamina A;
    • Disfunções imunológicas;
    • Hipogeusia;
    • Desordens de comportamento, aprendizado e memória;
    • Diarreia;
    • Dermatite;
    • Alopecia.

 

Sendo assim, como relatamos acima, a falta deste nutriente no organismo gera inúmeras consequências, e várias delas ligadas ao assunto que abordamos: o sexo.

Desta maneira, para deixar os níveis em adequação é recomendado 8mg/dia de zinco para as mulheres e 11mg/dia para os homens. Logo, com a quantidade certa de zinco no organismo, a facilidade para a hipertrofia muscular é maior.

 

Finalizando…

A influência do sexo na hipertrofia muscular é clara, como concluímos em todo o conteúdo.





Creatina GrowthCreatina Growth




Um estudo feito pela marca Upbeat Active descobriu que o sexo é a única atividade física capaz de recrutar todos os músculos do corpo, que ao todo são 657.

Nesse caso, fazer sexo movimenta a musculatura completa, tonificando todos os músculos do corpo.

Contudo, conforme falamos muito sobre o nutriente zinco, sem ele no organismo, o sexo não será a mesma coisa, e consequentemente o ganho de massa muscular não vai ser tão satisfatório.

Além disso, ressaltamos que outros problemas também podem interferir neste quesito.

Vale lembrar, que antes de utilizar algum tipo de suplemento ou hormônio para algum déficit no organismo, recomendamos procurar um médico especialista para realizar exames específicos e indicar com precisão quais medicamentos utilizar.

Com o intuito de complementar o tema, acompanhe um vídeo explicativo sobre a relação de exercícios físicos e desempenho sexual.

 

(Por Dr Celso Marzano via YouTube)

 

!function(f,b,e,v,n,t,s)
{if(f.fbq)return;n=f.fbq=function(){n.callMethod?
n.callMethod.apply(n,arguments):n.queue.push(arguments)};
if(!f._fbq)f._fbq=n;n.push=n;n.loaded=!0;n.version=’2.0′;
n.queue=[];t=b.createElement(e);t.async=!0;
t.src=v;s=b.getElementsByTagName(e)[0];
s.parentNode.insertBefore(t,s)}(window,document,’script’,
‘https://connect.facebook.net/en_US/fbevents.js’);
fbq(‘init’, ‘332299423800932’);
fbq(‘track’, ‘PageView’);

Fonte: R7

Deixe uma resposta

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!