Alongamento de unhas – tipos mais usados, como são feitos e riscos – R7 Meu Estilo

Procedimentos estéticos, roupas, sapatos, maquiagem e, claro, unhas são opções amadas pelas mulheres para se sentirem ainda mais belas. Unha compridas e impecáveis, então, é um desejo de muitas, e que requer um pouco mais de trabalho. Por isso, muitas acabam recorrendo ao alongamento de unhas.

O curioso, no entanto, é que o alongamento de unhas, antigamente, era mais procurado por mulheres que tinham as unhas doentes, ou porque as roíam. Porém, hoje em dia, a tendência generalizou e até mesmo quem tem unhas saudáveis sonha com alongamentos de unhas, a fim de ter unhas firmes e sempre grandes.

Basicamente, essa técnica alastrou nas mulheres, pois além de ficarem lindas, também facilita a rotina. Isso porque são mais práticas e fáceis de pintar. Já que o alongamento possibilita que a mulher fique com as unhas lindas e intactas durante semanas. Sem contar que, com as técnicas atuais, o aspecto dos alongamentos é bem natural.

Falando em técnicas de alongamento de unhas, com a procura cada vez maior, as variações também são inúmeras. Por exemplo, é possível encontrar alongamentos de acrilfix, acrigel, porcelana, acrílico, fibra de vidro e gel.

Abaixo, vamos falar um pouquinho sobre cada um desses tipo. Antes, no entanto, vamos falar um pouco sobre o que consistem os alongamentos, se existem contraindicações e assim por diante.

Unha natural X alongamento de unhas?

Basicamente, as unhas são formadas por camadas de queratina.  Essa última, se trata de uma proteína natural responsável por formar certas estruturas do corpo. Logo, quando se vai fazer um alongamento de unhas, a unha é colada em cima dessa lâmina.

Porém, em muitos casos, quando a unha é retirada a queratina acaba sendo danificada. Em vista disso, a unha natural pode ficar mais fina, esbranquiçada e mais quebradiça que o normal. Até porque, sem a queratina, a unha fica sem proteção.

Portanto, como o alongamento de unhas já é um caso que pode deixar as unhas mais fracas com facilidade, o recomendado é fazer o procedimento com um profissional qualificado. Além de usar produtos de qualidade.

Mas, claro, mesmo com especialistas e produtos de qualidade, ainda é possível que exista algum tipo de alergia. Por isso, recomenda-se também bastante atenção na hora de alongá-las, pois em alguns casos a reação pode ocorrer instantaneamente.

Maquiagem para fotos – 5 passos para criar uma make que realce na foto

×
Reações adversas

Coceira, dedos inchados, pele avermelhada, dedos latejarem, bolhas podem ser algumas das reações dos produtos usados. Em casos mais graves, pode ocorrer alergias pelo corpo todo.

Sobretudo, o caso mais comum que ocorre entre as mulheres que fazem alongamento de unhas é a dermatite de contato. Basicamente, ela é uma inflamação que ocorre quando a pele fica em contato com alguma substância química.

Porém, pode também ocorrer a proliferação de fungos e bactérias nas unhas. No entanto, para você conseguir identificar se suas unhas estão ou não saudáveis, basta olhar a cor das unhas. Basicamente, os fungos costumam aparecer como pontos pretos, enquanto as bactérias costumam aparecer meio esverdeadas.

Além desses casos, ocorre também reações por conta da exposição à luz ultravioleta, a qual é usada para fixar os produtos. Ou seja, pessoas mais sensíveis podem sofrer com fragilidade na ungueal, que é a parte abaixo das unhas da mão e dos pés.

Isso, claro, sem contar ao comprometimento da saúde das unhas. Por exemplo, efeitos colaterais como fraqueza, falta de brilho e oxigenação nas unhas e também uma descamação nas unhas são algumas das possibilidades.

Cuidados

Portanto, caso um desses casos tenham acontecido com você, o importante é se cuidar. Ir a um dermatologista, aliás, é o mais recomendável.

Por ser especialista na área, esse profissional saberá exatamente como você deve tratar as suas unhas, para que elas voltem ao normal. E a notícia não é muito boa: caso suas unhas danifiquem, é possível que demore em torno de seis meses até que elas se recuperem totalmente.

Basicamente, para você conseguir recuperar suas unhas novamente, você terá que investir em vitaminas, como por exemplo, as do complexo B, que são as que incluem a biotina e a niacina. Além de manter uma dieta rica em ferro, e também usar bases fortalecedoras. E claro, evitar produtos químicos durante o processo de recuperação.

Tipos de alongamento de unhas
1- Unhas de Gel

Primeiramente, esse tipo de alongamento é o mais procurado e o mais conhecido de todos os procedimentos. Primeiro que ele é mais fácil de ser feito, não possui cheiro, pode ser usado por mulheres que têm alergias. Além do mais, elas dão brilho nas unhas e ainda permitem mais durabilidade ao esmalte.

Basicamente, o gel é uma estrutura elástica, a qual acompanha o formato da unha e por isso não permite descolar. Tanto é que para remover essa unha, o mais indicado é ser feito por um profissional, ou com lixas especiais. Pois, caso seja retirado de forma irregular, elas podem prejudicar as unhas naturais.

Normalmente, esse tipo de alongamento é feito em uma pequena cabine com luz ultravioleta para a secagem. No entanto, elas demandam mais tempo para aplicar e por isso se tornam mais seguras. Porém, é indicado fazer uma manutenção a cada 15 dias.

Basicamente, o formato da unha varia do gosto da pessoa, e é definido no momento de lixar a unha. Porém, quando as unhas são quadradas, elas são consideradas mais resistentes. Por isso podem chegar a durar de dois a três meses. Portanto, esse tipo de alongamento é indicado para todas as mulheres. Pois ela possui um aspecto mais natural e é mais resistente.

2- Unhas de Acrílico/Porcelana

A priori as unhas de acrílico são conhecidas como unhas de porcelana. Basicamente, ela também é um alongamento permanente e seca através de evaporação. Por isso, essa técnica é considerada como a mais complicada de todas. Por tanto, procure sempre um profissional qualificado para fazer esse procedimento.

Basicamente, esse alongamento é iniciado com um primer, que é aplicado nas unhas. Em seguida, com um pincel é aplicado a mistura de um pó acrílico com um líquido, e é exatamente essa mistura que faz com que a unha fique modelada.

Esse tipo de alongamento, também é necessário fazer manutenção a cada 15 dias. Porém, ela pode durar até três meses. Mas, isso depende do crescimento da unha de cada pessoa. O alongamento de unha de acrílico é um método rápido e ele consegue deixar a unha com um aspecto natural. Além do mais, esse método consegue reconstruir unhas quebradas, ruídas e danificadas.

3- Unhas de Acrylfix

O alongamento de unhas com acrylfix é o mais rápido e foi desenvolvido pelo ?Empório das Unhas?, essa técnica é feita com a aplicação de uma cola em um gel especial, sobre a unha, que em seguida é mergulhada em um pó acrílico.

O alongamento de Acrylfix, além de deixar as unhas mais compridas, cria uma camada forte que diminui a quebra.

Ela é a opção mais rápida para as mulheres que querem alongar as unhas e ao mesmo tempo conservá-las. O valor do alongamento de unhas com acrylfix, está em torno de R$ 100,00.

4- Unhas postiça tradicionais

Basicamente, essas unhas são pré prontas, tanto é que elas vendem em qualquer loja de cosméticos. Normalmente, elas vem sem esmaltes e sem acabamentos mas, têm também as que já vem coloridas e com acabamentos. Porém, de qualquer forma todas precisam acertar a medida da unha com lixa, e um corte, depois de colar elas na unha original.

Portanto, a durabilidade delas depende de cada pessoa, para algumas elas não duram muito, e já para outras elas chegam a durar de 30 a 60 dias. Elas se modificam conforme as unhas naturais vão crescendo, por isso o ideal é sempre dar uma manutenção nelas. Contudo, o melhor dessa unha é você consegue colocar elas em casa mesmo.

5- Unhas de fibra de vidro + gel

Esse tipo de alongamento também precisa de manutenção com regularidade, e pode durar em média 3 meses. Basicamente, esse tipo de alongamento, é considerada como a mais resistente entre todas as técnicas. Até porque, a fibra de vidro serve como suporte para o gel, já que ele é quem molda a unha.

Portanto, para ela ser realizada as unhas precisam estar bem lixadas e curtas. Além do mais, a medida que a unha vai crescendo ela precisa de acompanhamento.

Agora que você já sabe de alguns cuidados, e também sabe dos problemas que podem ou não ocorrer. Pode então se decidir se pode ou não fazer o alongamento de unhas.

Confira mais matérias no Área de Mulher: Alongamento de unhas: 4 técnicas que mais fazem sucesso

Fontes: Mundo das unhas, Universa, Atrevida

Imagens: Mundo das unhas, Lifessence, Notícias ao minuto, Shay unhas, Vix, Beleza today, A mulher, Aline Makelyne, Youtube, Dicas de mulher, Pinterest 


Fonte: R7

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: