fbpx

Ambev cria curso para formar mulheres no setor

Como parte de uma ação prévia para o Dia Internacional da Mulher, desde a última semana a Ambev começou a provocar seus seguidores nas redes sociais a fazer uma busca no Google pelo termo cervejeira. O resultado da pesquisa, mostra um vídeo promocional elaborado pela empresa, é a imagem, a descrição ou mesmo um link para a compra de eletrodomésticos destinados à refrigeração da cerveja.

A ação, batizada de #CervejeiraSouEu, não termina por aí. Nesta segunda-feira, 8, a Ambev contou com exclusividade ao Estadão a abertura de 160 vagas para mulheres de todo o País realizarem um curso introdutório sobre o universo da cerveja e as áreas de atuação profissional que ele possibilita, como mestre-cervejeira – diretamente na produção – ou no serviço em bares e restaurantes.

O curso será totalmente gratuito e ministrado pelas profissionais da Academia da Cerveja, espaço dedicado à inovação e conhecimento sobre a bebida inaugurada pela companhia em 2020 e coliderado por Laura Aguiar, mestre-cervejeira e head de conhecimento e cultura cervejeira da Ambev.

História da cerveja, etapas do processo de produção, informações sobre as matérias-primas utilizadas, estilos da bebida e a junção entre gastronomia e cerveja, com noções de harmonização, serão abordados no curso. As aulas serão totalmente online e as alunas receberão um kit de estudos em casa.

Dividido em três turmas diferentes, o curso será ministrado em quatro dias, com duração de duas horas por dia, totalizando oito horas de formação. As inscrições podem ser feitas no site da Academia da Cerveja ou pelos links a seguir: turma 1, turma 2 e turma 3.

Questionados sobre um programa de retenção de alunas na companhia, a Ambev respondeu que o objetivo maior é mudar a lógica masculinizada do mercado de trabalho sobre as profissões relacionadas à produção e consumo da cerveja. “Seria irresponsável da nossa parte afirmar que todas ali serão absorvidas pela companhia, mas, certamente, todas serão olhadas. Temos a absoluta certeza de que nosso mercado só tem a ganhar com mais mulheres participando efetivamente dentro dessa profissão. Aqui na Ambev ou fora dela, o setor se faz mais forte com as mulheres.”

Segundo a Ambev, a companhia conta atualmente com 50% de profissionais mulheres na frente de especialistas em produção da bebida, como mestres-cervejeiras. A companhia ainda diz que tem investido no treinamento e especialização internos para as profissionais mulheres e que acaba de criar uma equipe 100% feminina para trabalhar no processo de brassagem da sua cervejaria de Pernambuco, em Itapissuma, no Grande Recife.

Quer debater assuntos de Carreiras e Empreendedorismo? Entre para o nosso grupo no Telegram pelo link ou digite @gruposuacarreira na barra de pesquisa do aplicativo. Se quiser apenas receber notícias, participe da nossa lista de distribuição por esse link ou digite @canalsuacarreira na barra de pesquisa.

Veja também:

Os heróis que mantiveram a educação caminhando em 2020

  • separator

Fonte: Terra

Deixe uma resposta

Jornais Virtuais