fbpx

América-MG encerra invencibilidade do Cuiabá e deixa a zona de degola na Série B – Esportes

O América-MG confirmou a sua recuperação na Série B do Campeonato Brasileiro ao vencer o Cuiabá por 2 a 1, neste sábado à noite, no estádio Independência, em Belo Horizonte, pela 16ª rodada da competição. Há quatro jogos sem perder, o time mineiro deixou a zona de rebaixamento, ao atingir os 17 pontos, em 16.º lugar. De outro lado, o Cuiabá perdeu uma série invicta de sete jogos, seguiu com 23 pontos e caiu uma posição, ficando em nono lugar e longe do G4 (zona de acesso à elite).

Na rodada anterior, o América-MG tinha conquistado sua primeira vitória em casa no emocionante 4 a 3 sobre o Londrina. O Cuiabá também venceu na rodada anterior em casa, ao fazer 3 a 2 sobre o São Bento. O desafio era saber quem iria manter o embalo.

O América-MG começou o jogo sem o atacante Felipe Azevedo, mas determinado a atacar com Neto Berola. O jogador acabou sendo o personagem principal do primeiro tempo. No primeiro gol ele começou a jogada, lançando para o lateral-direito Leandro Silva, que cruzou forte. No segundo pau, Júnior Viçosa bateu com um leve toque para as redes, aos 23 minutos. Foi a primeira real chance americana.

Sentindo dores na perna, Neto Berola avisou o banco de reservas de que, talvez, tivesse que ser substituído. Mas seguiu em campo na base do sacrifício. Acabou recompensado com um gol, simplesmente, sem querer. Após falta cobrada por João Paulo, que levantou a bola na pequena área, a bola desviou na defesa do Cuiabá e tocou na testa de Neto Berola, entrando no canto direito do goleiro aos 37 minutos.

O Cuiabá parecia assustado e somente arriscou em chutes de longa distância. Na melhor chance, aos 41 minutos, Felipe Marques fez uma finta de corpo e chutou no canto esquerdo de Jori, que caiu e encaixou firme.

No intervalo, Berola foi substituído por França. Pelo lado do Cuiabá, o zagueiro Leandro Souza, que já tinha tomado um cartão amarelo, saiu para a entrada de Ednei. Mas quase que no primeiro minuto, o time mineiro ampliou o placar numa cabeçada de Leandro Silva, que passou perto da trave.

A entrada de Gilmar no lugar de Djavan deixou o Cuiabá mais agressivo. O próprio Gilmar diminuiu aos 18 minutos ao subir bem de cabeça, após o levantamento de Paulinho. Dois minutos depois, o visitante quase empatou. Gilmar ajeitou de bicicleta para a cabeçada de Rodolfo, que tirou tinta da trave.

A pressão continuou e após rápida troca de passes, na frente da área, Rodolfo bateu de chapa e acertou o travessão. Outra oportunidade de marcar veio aos 30 minutos, quando Junior Todinho bateu de virada e Jori saltou para espalmar a escanteio.

Com o visitante dominando as ações em campo, o técnico Felipe Conceição optou por fechar o América. Tirou o atacante Júnior Viçosa para a entrada do marcador Diego Ferreira. Cansado, o Cuiabá não conseguiu evitar a derrota.

Na próxima quarta-feira, o América-MG vai enfrentar o Vitória, em Salvador, pela 17ª rodada, a partir das 19h15. Na terça-feira, o Cuiabá receberá o Figueirense na Arena Pantanal, a partir das 21h30.

FICHA TÉCNICA

AMÉRICA-MG 2 X 1 CUIABÁ

AMÉRICA-MG – Jori; Leandro Silva, Paulão, Ricardo Silva e João Paulo; Willian Maranhão (Geovane), Zé Ricardo e Juninho; Neto Berola (França), Júnior Viçosa (Diego Ferreira) e Matheusinho. Técnico: Felipe Conceição.

CUIABÁ – Victor Souza; Toty, Leandro Souza (Ednei), Anderson Conceição e Paulinho; Escobar, Djavan (Gilmar) e Alê; Felipe Marques (Caio Dantas), Júnior Todinho e Rodolfo. Técnico: Itamar Schulle.

GOLS – Júnior Viçosa, aos 23, e Neto Berola, aos 37 minutos do primeiro tempo; Gilmar, aos 18 do segundo.

ÁRBITRO – Felipe Gomes Silva (PR).

CARTÕES AMARELOS – João Paulo (América-MG); Leandro Souza e Gilmar (Cuiabá).

RENDA – R$ 16.454,00.

PÚBLICO – 2.286 pagantes.

LOCAL – Estádio Independência, em Belo Horizonte (MG).

Fonte: R7

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!