fbpx

Americanos Paul Milgrom e Robert Wilson vencem Nobel de Economia de 2020 por melhora na teoria de leilões

(Shutterstock)

Os americanos Paul Milgrom, de 72 anos, e Robert Wilson, 83, foram premiados com o Nobel de Economia nesta segunda-feira (12) por seus trabalhos sobre melhora na teoria nos leilões, em particular para atribuições de frequências de telecomunicações.

O “Prêmio do Banco da Suécia em Ciências Econômicas em Memória de Alfred Nobel” é concedido a eles por “melhorar a teoria dos leilões e inventar novos formatos de leilões” em “benefício de vendedores, compradores e contribuintes em todo o mundo”, destacou o júri da Academia de Ciências da Suécia.

A dupla é conhecida por estar por trás do conceito de venda de licenças de frequência de telecomunicações nos EUA. Os dois economistas são professores de Stanford e também trabalharam nos mecanismos de alocação de slots de pouso em aeroportos.

“Os leilões estão por toda a parte e afetam o nosso dia a dia”, ressaltou o júri.

Uma das descobertas de Milfrom e Wilson é que a oferta feita de forma racional tende a ser abaixo da melhor estimativa sobre o valor comum por causa da preocupação com a chamada “maldição do vencedor”, ou seja, pagar em excesso e, por isso, ter prejuízo.

Os vencedores dividirão o prêmio de 10 milhões de coroas suecas (cerca de R$ 6,3 milhões).

Newsletter InfoMoney
Informações, análises e recomendações que valem dinheiro, todos os dias no seu email:

Fonte: Infomoney

Deixe uma resposta

Jornais Virtuais