fbpx

Analistas mostram como a volatilidade do mercado pode ser boa oportunidade para investir

InfoMoney na Expert 2020 (Getty Images/Leo Albertino)

Na Bolsa de Valores a volatilidade é parte do jogo. E nervos de aço, além de acesso à boa informação, são fundamentais para que os investidores sejam capazes de aguentá-la, principalmente aqueles que chegaram ao mercado de ações nos últimos três anos, encarando o sobe e desce das cotações.

Esse investidor, em tão pouco tempo, enfrentou pandemia, riscos políticos e fiscais, cenário externo conturbado com tensões entre China e Estados Unidos, além da ameaça da inflação à economia mundial. Em três meses o Índice da Bolsa de Valores (Ibovespa) saiu da máxima histórica de 130 mil pontos para testar o suporte de 107 mil pontos.

Para fazer frente a esses movimentos e tomar decisões rápidas, só contando mesmo com a frieza de dados estatísticos. Em inglês, esse tipo de abordagem se chama “algorithm trade”, usado pelas modelagens quantitativas, conhecidas no mercado como quant.

A analista quant da XP Inc., Julia Aquino, explica que esse princípio pode ser aplicado usando apenas ações como parâmetro. Ela é responsável pela Carteira Momentum, criada especialmente para surfar a volatilidade da Bolsa.

A carteira Momentum, do Expert Pass, tem uma performance de 621% contra 78% Ibovepa. Um retorno anualizado de +18,6% no período entre janeiro de 2010 e agosto de 2021, enquanto o índice Ibovespa registrou ganhos de +5% durante o mesmo período.

“Quando se trabalha com dados há a possibilidade de testar a estratégia retroativamente. Nós montamos a tese e acompanhamos a performance no período determinado – no caso de 2010 a 2021. Os dados permitem isso. E, mesmo levando em conta a máxima de que ganhos passados não garantem ganhos futuros, conforta muito saber que essa estratégia resistiu aos momentos de maior turbulência”, afirma.

Essa carteira foi montada pelos times da XP Research e Data Science e emprega o uso massivo de tecnologia que escala estratégias. Essas estratévias buscam descrever o comportamento do mercado com um embasamento estatístico e matemático. “Assim, as emoções humanas e os vieses comportamentais ficam excluídos das decisões de investimentos, que passam a ser adotadas depois de validadas por um “backtest” – uma avaliação que permite examinar como o algoritmo se comportaria em vários momentos do mercado”, conta a gestora da carteira Momentum.

Segundo Aquino, o objetivo da estratégia Momentum é gerar lucro a partir de uma tendência observada, se aproveitando da volatilidade da Bolsa e dos ativos para aproveitar os movimentos de alta que, segundo indicadores quantitativos, devem persistir ao mesmo tempo que papéis que chegam ao pico vão saindo da carteira quando atingem esse potencial.

“Selecionamos essas ações através de modelos estatísticos otimizados e calibrados a partir da performance histórica dos papéis”, explica. “Essa abordagem é complementar às nossas recomendações fundamentalistas, que têm horizonte de longo prazo. Já o fator Momentum foca em movimentos pontuais do mercado e como se beneficiar deles. O investidor já vê resultados positivos no curto e médio prazo”, garante.

Mensalmente, a Carteira de Momentum publica as ações mais oportunas a serem investidas naquele período. “Importante ressaltar que no nosso estudo a carteira é rebalanceada, ou seja, trocamos ativos e pesos, todo último dia útil do mês”, esclarece. “Disponibilizamos duas Carteiras Momentum, a primeira com os 5 ativos que performaram melhor no período analisado, cada um com peso de 20%, e a segunda carteira com as 10 ações com pesos individuais de 10%. A escolha entre os portfólios depende do que o investidor já tem em carteira, além de quanto ele tem disponível para investir”, diz Aquino.

A Carteira Momentum faz parte de um conjuntos de estratégias que a XP preparou para enfrentar a forte volatilidade que deve marcar 2022. Este conjunto de estratégias chama-se Protocolo XP: 2022, e você pode acompanhar gratuitamente participando da série de vídeos que leva o mesmo nome. Inscreva-se clicando aqui.

O pulo do gato revelado: qual é a estratégia Momentum?

A estratégia Momentum é baseada em uma ideia simples: ativos que tiveram um bom desempenho anterior tendem a continuar performando bem. ”Uma das vantagens da estratégia de Momentum é que eliminamos o viés humano: todos os ativos são selecionados seguindo uma metodologia 100% quantitativa sem decisões subjetivas. O processo acima é realizado ao final de cada mês, garantindo um giro mensal no portfólio”, comenta Aquino.

Passo a passo do rebalanceamento da carteira Momentum

No último dia útil de cada mês a estratégia realiza os seguintes passos:

  • Considera apenas as ações que compõem o índice Ibovespa, a fim de garantir liquidez;
  • Para cada um desses ativos, é calculado o retorno total acumulado nos últimos meses, isto é, considerando também os proventos pagos/provisionados;
  • Por fim, os ativos com maior retorno acumulado são selecionados para fazer parte da carteira mensal, eliminando possíveis repetições de ações da mesma companhia, por exemplo PETR3 e PETR4.

A carteira Momentum é indicada para o investidor que já aplica na Bolsa de Valores, uma vez que o ajudará a diversificar o portfólio, reduzindo riscos. O valor mínimo dependerá do valor das ações daquele mês.

Conheça os conjuntos de estratégias que a XP preparou para enfrentar a forte volatilidade que deve marcar 2022 Inscreva-se grátis no Protocolo XP: 2022.

Fonte: Infomoney

Deixe uma resposta

Jornais Virtuais