Após seleção garantir vaga, França celebra desejo de Mbappé de disputar Olimpíada

Ao avançar às semifinais da Eurocopa Sub-21, a França assegurou na última segunda-feira a sua presença na disputa do futebol masculino dos Jogos Olímpicos de Tóquio-2020. Depois da conquista da vaga, Kylian Mbappé se manifestou nas redes sociais para celebrar o objetivo alcançado pela equipe olímpica e deixou claro o seu interesse em possivelmente atuar pela mesma no grande evento na capital japonesa.

Um dos maiores fenômenos do futebol mundial na atualidade, o jogador do Paris Saint-Germain, de apenas 20 anos, nunca defendeu a seleção sub-21 francesa e já saltou direto do time sub-19 do país para a equipe principal comandada por Didier Deschamps, com a qual teve papel decisivo na campanha da conquista do título da Copa do Mundo de 2018, na Rússia. Em sua página no Twitter, ele escreveu “Tokyo 2020” e publicou uma imagem com os cinco anéis olímpicos que historicamente simbolizam a competição.

Ao comentar o interesse de Mbappé em ir à Olimpíada, o presidente da Federação Francesa de Futebol (FFF), Noel Le Graet, celebrou o desejo do atleta em estar presente nesta competição. E enalteceu a disponibilidade do atacante para a seleção olímpica também pelo fato de que ele deverá participar da Eurocopa de 2020, cuja decisão está marcada para 12 de julho, apenas dez dias antes do início das disputas do futebol masculino dos Jogos de Tóquio.

A participação de Mbappé na Olimpíada seria um dos principais atrativos da modalidade da competição, mas Le Graet também lembrou que a decisão de convocar o astro dependerá de Sylvain Ripoll, atual técnico da seleção sub-21 da França.

O dirigente enfatizou que o desejo do atacante de ir a Tóquio-2020 “mostra que ele está interessado em todas as equipes francesas, e sobretudo nos Jogos Olímpicos”. “Isso é bom, mas precisamos nos reunir com ele (Mbappé) e levar a questão a Sylvain Ripoll. Ele será o encarregado de tomar uma decisão”, disse o presidente da FFF em entrevista concedida nesta semana ao jornal francês Le Parisien.

Vale lembrar também que a presença do astro do PSG em Tóquio não dependerá apenas de Ripoll, pois, pelas regras da Fifa, os clubes não são obrigados a liberar os seus jogadores para disputas olímpicas. E se participar da Eurocopa e dos Jogos Olímpicos, o atleta precisará encarar uma longa maratona de confrontos e correrá o risco de adiar o começo de sua trajetória na temporada 2020/2021 do futebol europeu.

Nesta quinta-feira, em busca de uma vaga na final da Eurocopa Sub-21, a França enfrentará a Espanha, em Reggio Emilia, na Itália. Já o outro duelo que valerá vaga na decisão será entre Alemanha e Romênia. Le Graet e Deschamps estarão presentes no estádio que abrigará o confronto entre franceses e espanhóis.

  • separator

Fonte: TERRA

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: