fbpx

Após TikTok, Índia também bloqueia apps da ByteDance e Tencent

Bandeiras da China e da Índia (Foto: Getty Images)

(Bloomberg) – A Índia planeja banir aplicativos da ByteDance e da Tencent, aumentando a lista de serviços chineses bloqueados em retaliação ao pior confronto militar entre os dois países em quase meio século.

O QQ da Tencent – a segunda maior plataforma de rede social da China – e o Vigo Video da ByteDance vão entrar na lista negra que incluiu o TikTok e o WeChat em junho, segundo documento do governo obtido pela Bloomberg News.

A nova leva de proibições também inclui o navegador Mi, da Xiaomi, o Weibo, o Twitter chinês, e a principal ferramenta de pesquisa da Baidu, bem como o aplicativo de embelezamento Meitu, elevando para 106 o total de serviços bloqueados, de acordo com o documento. O Bigo, da Joyy, e Likee também estão na lista.

A proibição ameaça aumentar as tensões entre duas das maiores economias da Ásia, que escalaram após o confronto na fronteira com o Himalaia que deixou 20 soldados indianos mortos. É mais uma tentativa da Índia de reduzir a dependência de produtos chineses e dificultar os esforços de expansão das maiores empresas da China.

O governo de Washington tem ameaçado proibir o TikTok da ByteDance como também outros aplicativos chineses os quais acusa de acumular dados de usuários e de espionagem, alegações negadas pelas empresas. O jornal Times of India divulgou a nova lista negra anteriormente.

Um porta-voz do Ministério de Eletrônica e Tecnologia da Informação não estava disponível imediatamente para comentários.

Newsletter InfoMoney
Informações, análises e recomendações que valem dinheiro, todos os dias no seu email:

Fonte: Infomoney

Deixe uma resposta

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!