fbpx

Após vaias, jogadores do Flu admitem frustração com derrota para lanterna – Esportes

O Fluminense deixou o Maracanã na noite desta segunda-feira com o sentimento de frustração após perder para o Avaí por 1 a 0, em duelo direto contra o rebaixamento, pela 17ª rodada do Campeonato Brasileirão. O capitão e zagueiro Digão lamentou o resultado que recolocou o time catarinense na briga para sair da degola.

“Frustração total. Torcida está com direito de reclamar. Vieram contra Corinthians, não fizemos nossa parte. Hoje, de novo. Estamos perdendo pontos para time que está atrás de nós e em casa. Não pode acontecer. Não dá para baixar a guarda. Campeonato continua. Temos uma decisão contra o Fortaleza. Vamos trabalhar para tirar o Fluminense dessa”, comentou o defensor.

O atacante Wellington Nem mostrou a mesma indignação de seu companheiro de equipes. Ele exaltou o primeiro tempo do Fluminense, mas reconheceu a queda de produção na etapa complementar.

“É uma vergonha. Não pelo time do Avaí, mas pelo resultado. Criamos. Tivemos chances de fazer até três gols no primeiro tempo. Agora tem que ser homem, cada um puxar sua responsabilidade, trabalhar, para sair dessa situação. Só assim, com muito trabalho e batendo no peito, vamos conseguir tirar o Fluminense dessa situação”, falou.

A torcida vaiou os jogadores na saída de campo. Ganso foi um dos mais pressionados. Além dele, o próprio técnico Oswaldo de Oliveira foi lembrado. O treinador ouviu os primeiros gritos de “burro”, isso apenas em seu segundo jogo no comando da equipe carioca.

“A torcida está no direito. Estão fazendo a parte deles. Time grande é assim. Quando o resultado não vem, a cobrança vem. Temos que pedir desculpa porque estão nos apoiando, e não temos conseguindo retribuir. A torcida é muito importante para gente. Em 2009, estava aqui. Ninguém acreditava na gente. A torcida fez a parte dela, fez a diferença. Espero que não nos abandone, pois só com a ajuda deles vamos conseguir sair dessa situação”, completou Digão.

Com o resultado, o Fluminense ficou estacionado na 18ª colocação, com 12 pontos, a seis do Cruzeiro, primeiro time fora da zona de rebaixamento.

Fonte: R7

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!