fbpx

Apresentadora da Globo manda indireta a ação de repórter da Record

Nesta quinta-feira, 02 de setembro, a briga entre emissoras transpassou as telinhas, com direito a polêmica envolvendo profissionais da TV Globo e Record TV em Salvador, na Bahia.

Tudo aconteceu no programa “Bahia Meio Dia”, exibido pela TV Bahia na cidade, sob o comando de Jessica Senra, que exibia o caso de uma casa de luxo que estava rifando mulheres.

Após a Polícia Civil descobrir o esquema de exploração sexual em Itaigara, bairro de Salvador, a delegada responsável pelo caso concedeu entrevista ao programa e ao “Balanço Geral Bahia”, da Record TV.

Em dado momento, a repórter da Record acabou falando enquanto a repórter Camila Oliveira entrevistava a delegada do caso, Simone Mourinho, e as falas atrapalharam, além de interromper a conversa com uma pergunta.

Quando a entrevista de campo foi finalizada, Jessica Senra, diretamente do estúdio, destacou o fato de que a repórter da Record atrapalhou a entrevista que estava sendo realizada.

“Obrigada. Tenho outras perguntas para fazer para a delegada. Daqui a pouco a gente volta, quando estiver mais silencioso. A gente precisa de respeito para conseguir trabalhar, porque até a doutora não estava conseguindo se concentrar para responder às perguntas”.

“Daqui a pouco a gente volta com calma, sem precisar disputar o espaço”, concluiu a apresentadora do “Bahia Meio Dia”.

Veja+: Veteranos da TV Globo renovam contrato até 2025. Saiba quem fica!

REPÓRTER DA GLOBO É AMEAÇADA APÓS REPORTAGEM SOBRE GOLPES

No dia 15 de agosto, o “Fantástico”, da Rede Globo, exibiu uma reportagem sobre empresas que usam bitcoins para aplicar golpes. Uma das empresas citadas pela reportagem de Lívia Torres foi a GAS Consultoria, que possui sede em Cabo Frio, Rio de Janeiro.

A empresa citada na reportagem foi acusada por lavagem de dinheiro e não atendeu a repórter quando ela buscou esclarecimentos. Na última sexta-feira, 27 de agosto, diversos manifestantes foram até a sede da Rede Globo, no Rio de Janeiro, e exigiram a presença de Lívia Torres.

Aos berros, eles pediram esclarecimentos sobre os crimes praticados pela empresa. A repórter foi tirada das ruas por motivos de segurança.

Veja+: Globo promete demissão para quem não se vacinar

O “Fantástico” também informou que Glaidson Acácio dos Santos, dono da GAS Consultoria, foi detido. A empresa movimentou, ilegalmente, R$ 38 bilhões. Glaidson ameaçou amarrar uma repórter da emissora.

A ameaça foi detectada em interceptações telefônicas feitas pela Polícia Federal. A ABI (Associação Brasileira de Imprensa) emitiu um comunicado prestando apoio para Lívia e repudiando as ameaças aos jornalistas.

“O episódio é gravíssimo e exige providências imediatas das autoridades, identificando e levando à Justiça os responsáveis. Ameaças a jornalistas têm se multiplicado nos últimos tempos. Em boa medida elas são estimuladas pelo comportamento do presidente Jair Bolsonaro, que hostiliza a imprensa quase diariamente. A democracia pressupõe uma imprensa livre e é obrigação do poder público impedir qualquer tipo de ameaça ou intimidação”, diz o texto.

PRINCIPAIS NOTÍCIAS:

Ilha Record: Antonela pede perdão aos adversários e revela que o “reality a engoliu”

Ilha Record: Laura e Mirella disputam permanência no jogo após novo erro de Any

Ex de Murilo Becker o acusa de agressões, traição com travesti e famosa promoter

Com infecção pulmonar, Sérgio Mamberti é intubado e quadro é delicado

Acusada de plagiar Pabllo Vittar, Juliette muda capa do primeiro EP

Fonte: O Fuxico

Deixe uma resposta

Jornais Virtuais