fbpx

Aprovação de exame Nível II do CFA é a mais baixa em uma década

(Yozayo/Getty Images)

(Bloomberg) – O Instituto CFA disse que 40% dos candidatos foram aprovados no exame de Nível II em maio e junho, a primeira vez que o teste foi realizado em computadores.

A taxa de aprovação foi a mais baixa desde 2010 e inferior aos 55% de candidatos que passaram no segundo nível do exame de analista financeiro credenciado em dezembro de 2020, a maior proporção em 15 anos e a última vez que o teste foi realizado em papel, de acordo com o instituto de Charlottesville, na Virgínia.

A aprovação nos três exames do Instituto CFA (sigla em inglês para Chartered Financial Analyst) pode resultar em salários mais altos e melhores oportunidades de emprego para profissionais do setor financeiro.

Em média, os candidatos estudam 300 horas para cada nível do exame e levam quatro anos para concluir a série. O exame de Nível II consiste em 88 questões de múltipla escolha e leva cerca de quatro horas e meia para ser concluído.

A pandemia de Covid-19 alterou o cronograma de realização do teste no ano passado. Historicamente, o instituto oferecia os três níveis do teste em papel em junho, e outra chance de realizar a primeira parte em dezembro.

Depois da transição para o exame em computadores, o instituto agora oferece os testes mais vezes ao longo do ano.

A taxa de aprovação do Nível II deste ano foi a terceira mais baixa nos registros do CFA desde 1963. O nível mais baixo de todos os tempos foi de 32%, em 2004.

Na semana passada, o instituto divulgou os resultados do Nível I com taxa de aprovação de 25%, um recorde de baixa.

Em curso gratuito de Opções, professor Su Chong Wei ensina método para ter ganhos recorrentes na bolsa. Inscreva-se grátis e participe.

Fonte: Infomoney

Deixe uma resposta

Jornais Virtuais