fbpx

as 10 preferidas dos investidores na plataforma Fliper

Com o cenário de juros baixos e o Ibovespa renovando suas máximas históricas, muitos investidores reduziram suas alocações em renda fixa para investir em ações, buscando ganhar dinheiro com a valorização dos papéis e também com o recebimento de dividendos.

Mas em quais empresas os brasileiros estão diversificando sua carteira de renda variável?

Um levantamento da Fliper, plataforma de consolidação de investimentos, mostra o ranking das maiores alocações em ações, dentro de mais de R$ 56 bilhões em patrimônio mapeado, no mês de junho.

Ações: ranking Fliper

1º lugar: Itaúsa (ITSA4)

Na liderança ficou a Itaúsa, holding que detém no portfólio o banco Itaú, as empresas Alpargatas, Duratex, NTS, Copagaz e Itautec. Além destas companhias, está em processo para adquirir a Aegea Saneamento.

Fundada em 1966, com a criação do Banco Federal Itaú de Investimentos, ainda não atuava como banco múltiplo. Em seguida, na década de 70, passou a ser acionista de instituições do Itaú.  Depois de alguns anos, deixou de ser uma instituição financeira e passou a controlar as diversas sociedades que possui.

Por ser uma holding consolidada, os acionistas enxergam como uma de suas atratividades a distribuição de proventos.

Ações ItausaAções Itausa
Fonte: itausa.com.br

A ação superou de longe a performance do Ibovespa, desde o seu início na bolsa de valores, como é possível ver no gráfico abaixo, extraído do Comparador de Investimentos do InfoMoney:

Lembrando que ações são ativos de renda variável e rentabilidade passada não é garantia de retornos futuros.

2º lugar: Petrobras (PETR4)

A Petrobras é uma das maiores produtoras de petróleo e gás do mundo. Em 2019, os campos operados pela Companhia produziram 93,64% do petróleo e gás natural do Brasil, conforme dados da ANP.

Ações PetrobrasAções Petrobras
Fonte: www.petrobras.com.br

Fundada em 1953, pelo governo brasileiro , a companhia também atua nos mercados de refino, transporte e comercialização, possuindo e operando 14 refinarias, incluindo uma unidade de processamento de xisto, responsáveis pela maior parte da capacidade de refino no Brasil, que está concentrada na região Sudeste, onde se encontram os mercados mais populosos e industrializados do país.

Além disso, a Petrobras atua na geração de energia, na atividade de biocombustíveis, petroquímica e nos negócios de distribuição, por meio de participações em algumas empresas.

Abaixo, gráfico de performance de PETR4, desde seu início na bolsa:

3º lugar: Vale (VALE3)

A Vale é uma das maiores produtoras mundiais de minério de ferro e níquel. Também produz pelotas de minério de ferro, minério de manganês, ferroligas, carvão metalúrgico e térmico, cobre, metais do grupo da platina (PGMs), ouro, prata e cobalto.

Fonte: vale.com

A companhia foi fundada pelo governo grasileiro, em 1942, sob a forma de sociedade de economia mista, com o objetivo de explorar, comercializar, transportar e exportar minérios de ferro das minas de Itabira, e explorar o tráfego da Estrada de Ferro Vitória-Minas, que transportava minério de ferro e produtos agropecuários pelo Vale do Rio Doce, na região Sudeste do Brasil, até o porto de Vitória.

Hoje, ela  opera um grande sistema de logística no Brasil e em outras regiões do mundo, incluindo ferrovias, terminais marítimos e portos, que estão integrados às suas operações de mineração, além de possuir um centro de distribuição para o suporte de entrega de minério de ferro ao redor do mundo.

Abaixo, gráfico de performance de VALE3, desde seu início na bolsa:

Ações Vale

Ações Vale

4º lugar: Banco do Brasil (BBAS3)

Fundado em 12 de outubro de 1808, o Banco do Brasil S.A. foi a primeira instituição bancária a operar no país e a primeira empresa a realizar uma oferta pública de ações no mercado de capitais brasileiro. Com sede em Brasília, o Banco do Brasil é um banco múltiplo e tem como acionista controlador o governo grasileiro.

O Banco do Brasil é um dos maiores conglomerados financeiros do país em termos de ativos com mais de 17% de participação de mercado, de acordo com o Banco Central.

Também é o maior banco em gestão de ativos, empréstimos ao agronegócio com participação de mercado de 54%  e crédito consignado com 21% de participação. O Banco possui mais de 70 milhões de clientes e 39 milhões de contas correntes.

Abaixo, gráfico de performance de BBAS3, desde seu início na bolsa:

Ações Bando do Brasil

Ações Bando do Brasil

5º lugar: Via (VVAR3)

A Via, anteriormente chamada de Via Varejo, é líder no varejo de eletroeletrônicos, eletrodomésticos, telefonia e móveis no Brasil. Ela opera por meio da plataforma de venda omnichannel integrada pelas operações de e-commerce com as bandeiras “Casas Bahia”, “Pontofrio”, “Extra.com.br” e a rede de 1.073 lojas das mesmas marcas citadas.

A Companhia é resultado da associação das operações das Casas Bahia e do Pontofrio ocorrida em 2009. A primeira foi fundada em 1952 pelo imigrante polonês Samuel Klein e teve sua primeira loja inaugurada em 1957 e a segunda, por sua vez, foi fundada pelo imigrante romeno Alfredo João Monteverde em 1950.

A empresa possui 26 centros de distribuição e 120 mini hubs, que são lojas que funcionam como centros de envio de mercadorias para clientes. Além disso, dispõe de um super app com conta digital, o banQi, que complementa os serviços financeiros da Via, como as vendas parceladas no crediário.

Abaixo, gráfico de performance de VVAR3, desde seu início na bolsa:

 

6º lugar: Bradesco (BBDC4)

Bradesco é um dos cinco maiores bancos do Brasil, em termos de total de ativos, operações de crédito e volume de depósitos e captações. Oferece produtos e serviços bancários e financeiros, no país e no exterior, para pessoas físicas, empresas e instituições nacionais e internacionais.

Fundado em 1943, consolidou-se por meio de incorporações de várias instituições financeiras, ao longo de sua trajetória. Somente entre 2000 e 2007, foram quase 20 incorporações. Em 2016, a maior delas: aquisição das operações do HSBC Bank no Brasil, por R$ 16 bilhões.

É controlado pela Companhia Cidade de Deus e Fundação Bradesco, o banco tem mais de 71 milhões de clientes, aproximadamente 4,6 mil agências e cerca de 99 mil funcionários.

Abaixo, gráfico de performance de BBDC4, desde seu início na bolsa:

7º lugar: Magazine Luiza (MGLU3)

Conhecida como Magalu, é uma rede varejista de eletrônicos e móveis. Atualmente possui mais de 1000 lojas, presente em 18 estados do país. Seu modelo de negócio é caracterizado como uma plataforma digital com pontos físicos, utilizando as estratégias de omnichannel (multicanal).

Fonte: ri.magazineluiza.com.br

A história da empresa teve início em 1957, quando o casal Luiza Trajano e Pelegrino José Donato fundou o Magazine Luiza em Franca, interior do Estado de São Paulo. Em 1966, a fim de impulsionar o crescimento, ingressou na sociedade o casal Maria Trajano Garcia, irmã de Luiza Trajano, e Wagner Garcia, e a primeira loja foi ampliada.

Além do varejo, a companhia possui um braço financeiro, Luizacred, que é uma das maiores financeiras do Brasil e atua dentro das lojas do Magazine Luiza. Fruto de uma joint venture com o Itaú Unibanco, desde 2001 é um instrumento importante no processo de fidelização da base de clientes, do desempenho das vendas da Companhia e da rentabilidade da Companhia. Ela atua também com consórcios e seguros.

Abaixo, gráfico de performance de MGLU3, desde seu início na bolsa:

8º lugar: Itaú (ITUB4)

Com uma história de 95 anos, o Itaú Unibanco possui quase 100 mil colaboradores e cerca de 4.700 agências. A empresa teve início com a família Moreira Salles, fundada em 1924, que mais tarde se tornou o Unibanco. Em 1943 houve a fundação do Banco Itaú.

É  o maior banco privado da América Latina, atua no segmento bancário, investimentos, seguros, previdência, capitalização e consórcio. A instituição conta com mais de 4 mil agências no Brasil e exterior e é responsável por mais de 50 milhões de contas-correntes.

No varejo, o Itaú Unibanco registra mais de 51 milhões de clientes. Entre as principais atividades neste setor, destaca-se a área de veículos. No atacado, o banco se destaca na área de gestão de recursos, que no total, possui sob sua administração mais de R$ 1 trilhão em ativos.

Abaixo, gráfico de performance de ITUB4, desde seu início na bolsa:

9º lugar: Weg (WEGE3)

A WEG iniciou suas atividades em 1961, na cidade de Jaraguá do Sul, Santa Catarina, fabricando motores elétricos.  Atualmente  WEG é a maior fabricante de equipamentos eletroeletrônicos de uso industrial da América Latina.

fonte: ri.weg.net

Produzindo inicialmente motores elétricos, a WEG começou a ampliar suas atividades a partir da década de 80, com a produção de máquinas elétricas, componentes eletroeletrônicos, produtos para automação industrial, transformadores de força e distribuição, tintas líquidas e em pó e vernizes eletroisolantes.

Além disso, atua dentro e fora do Brasil, sendo que hoje quase 60% das receitas vêm de fora, seja via exportação ou produção em outros países.

Abaixo, gráfico de performance de WEGE3, desde seu início na bolsa:

10º lugar: Taesa (TAEE11)

A companhia foi constituída em 23 de janeiro de 2006 sob a designação de Donnery Holdings S.A. Atualmente a Taesa é um dos maiores grupos privados de transmissão de energia elétrica no Brasil, com 9.868km de linhas de transmissão em operação e oito projetos em desenvolvimento.

Ela atua em 17 Estados do Brasil, além do Distrito Federal, operando linhas de transmissão que conectam instalações geradoras até centros de distribuição com 909 subestações e 36 concessões.

É conhecida por ser uma das empresas que mais pagam dividendos. Abaixo, gráfico de performance de TAEE11, desde seu início na bolsa:

Lembramos que as informações contidas neste levantamento são apenas de cunho informativo e não se tratam de recomendações de investimentos.

Como analisar e organizar sua carteira de investimentos?

Agora que você conheceu as ações preferidas dos investidores, lembramos que a diversificação dos recursos em diferentes classes de ativos e instituições financeiras pode dificultar o acompanhamento e controle do patrimônio.

Entrar no site de cada casa para buscar os informes de IR e classificar seus investimentos em uma planilha de excel pode dar trabalho e tomar muito tempo.

Visando solucionar este problema, a Fliper é uma plataforma (aplicativo e web) gratuita que consolida todos os seus investimentos de bancos, corretoras e FGTS, de forma automática, e ainda envia todos os informes de IR das contas conectadas de uma só vez!

Ainda é possível acompanhar gráficos de rentabilidade da carteira, evolução patrimonial, analisar fundamentos dos ativos, receber notificações de proventos, disponibilidade de liquidez, entre diversas outras funcionalidades que ajudam o investidor a tomar melhores decisões.

Quem se conhece, melhor investe!

Fonte: Infomoney

Deixe uma resposta

Jornais Virtuais