fbpx

+ As últimas notícias sobre a pandemia de coronavírus +

Em consequência da crise do coronavírus, taxa de desemprego aumenta para 6,1% na Alemanha, atingindo 2,8 milhões de pessoas. País europeu libera viagens no continente. No Brasil, mortes passam de 30 mil.Resumo desta quarta-feira (03/06):

Taxa de desemprego aumento 0,3 ponto percentual na Alemanha entre abril e maio

Foto: DW / Deutsche Welle

Mundo tem mais de 6,3 milhões de casos, mais de 380 mil mortes e 2,7 milhões de recuperados da covid-19

Brasil tem maior número de casos depois dos EUA, 555.383, com 31.199 mortes e 223.638 pacientes recuperados

Taxa de desemprego aumenta para 6,1% na Alemanha

Alemanha libera viagens para 31 países europeus

Pressione Ctrl + F5 para atualizar – as atualizações estão no horário de Brasília:

06:28 – Alemanha libera viagens para 31 países europeus

O governo alemão decidiu acabar com “alertas contra viagens” para 31 países europeus a partir de 15 de junho, anunciou o ministro do Exterior, Heiko Maas, em Berlim, nesta quarta-feira (03/06).

Os alertas deverão ser substituídos por advertências de viagens. O governo deverá definir nos próximos dias um documento com sugestões de medidas de proteção para os turistas, que servirá de base para as negociações com os países que mais recebem turistas alemães.

Devido à pandemia do novo coronavírus, Maas havia emitido, em 17 de março, alertas contra viagens de turismo para todos os países do mundo, o que é um passo sem precedentes na Alemanha. “Alertas contra viagens” são raros e normalmente são emitidos para países onde há conflitos armados.

Os 31 países são os demais 26 membros da União Europeia, o Reino Unido e os quatro países da zona de Schengen que não fazem parte da União Europeia: Islândia, Noruega, Suíça e Liechtenstein.

Para todos esses países haverá, a partir de 15 de junho, advertências de viagens específicas, que levarão em conta os riscos existentes em cada um, anunciou o ministro.

06:05 – Taxa de desemprego aumenta para 6,1% na Alemanha

Em consequência da crise do coronavírus, cerca de 169 mil pessoas perderam o emprego na Alemanha entre abril e maio, com o total de desempregados no país chegando a 2,8 milhões. A taxa de desemprego subiu 0,3 ponto percentual, para 6,1%, afirmou a Agência Federal do Trabalho nesta quarta-feira. Em relação a maio do ano passado, o número de desempregados aumentou em 577 mil pessoas.

Entre março e abril deste ano, a alta do desemprego em decorrência da pandemia de covid-19 havia sido mais acentuada, com 300 mil pessoas perdendo seus postos de trabalho.

Segundo o chefe da Agência Federal do Trabalho, Detlef Scheele, o mercado de trabalho permanece sob forte pressão. Em maio, mais de 1 milhão de trabalhadores foram enquadrados no programa estatal de jornada de trabalho reduzida (Kurzarbeit). Segundo a agência, mais de 33 milhões de trabalhadores correm o risco de serem incluídos no programa.

Resumo dos principais acontecimentos desta terça-feira (02/06):

Brasil ultrapassa 30 mil mortes por covid-19

França reabre cafés e restaurantes, mas impõe limites

Nova Zelândia poderá remover restrições antes do previsto

Fórmula 1 reinicia temporada na Europa, mas sem a presença do público

Ianomâmis pedem a expulsão de garimpeiros para combater covid-19 em seu território

______________

A Deutsche Welle é a emissora internacional da Alemanha e produz jornalismo independente em 30 idiomas. Siga-nos no Facebook | Twitter | YouTube

| App | Instagram | Newsletter

Veja também:

“Ele poderia ter sido George Floyd”, diz mãe ao lado de filho em protesto

Deutsche Welle
A Deutsche Welle é a emissora internacional da Alemanha e produz jornalismo independente em 30 idiomas.

  • separator

Fonte: Terra

Deixe uma resposta

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!