Atacarejo está perdendo ritmo de crescimento, diz Carrefour

Parte deste movimento se deve ao ritmo acelerado de expansão de lojas do Atacadão pelo País, com 20 novas unidades previstas para este ano

Por
Estadão Conteúdo

access_time

26 jul 2018, 18h44

São Paulo – O diretor financeiro (CFO) do Carrefour Brasil, Sébastien Durchon, disse nesta quinta-feira, 26, durante teleconferência com jornalistas que as redes regionais de atacarejo (modelo de loja que mistura venda para cliente de atacado e varejo) estão perdendo ritmo de crescimento. “Temos visto um pico de desaquecimento dos competidores regionais, de atacarejo”, afirmou.

Segundo ele, parte deste movimento se deve ao ritmo acelerado de expansão de lojas do Atacadão pelo País, com 20 novas unidades previstas para este ano, assim como do próprio Assaí, do concorrente Grupo Pão de Açúcar, que também passa por um ritmo acelerado de aberturas. “Isso gera uma situação muito difícil (à concorrência)”, acrescentou.

Para este ano, a meta do Grupo Carrefour é investir R$ 1,8 bilhão. Além das unidades do Atacadão, serão dez novos supermercados compactos “Market” e 20 novas lojas de conveniência “Express”.

Em relação ao cenário competitivo, ele avaliou que foi “menos difícil” neste segundo trimestre, justificando que o Assaí registrou ritmo de expansão inferior ao observado pelo Atacadão. No entanto, quando se consideram as operações de Varejo (supermercados e hipermercados), o cenário é mais acirrado.

http://platform.twitter.com/widgets.js(function(d){var id=”facebook-jssdk”;if(!d.getElementById(id)){var js=d.createElement(“script”),ref=d.getElementsByTagName(“script”)[0];js.id=id,js.async=true,js.src=”https://connect.facebook.net/pt_BR/all.js”,ref.parentNode.insertBefore(js,ref)}})(document)

Fonte: Exame

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: