Atentados deixam pelo menos 40 mortos no sul da Síria

Entre os mortos estão 28 soldados das forças leais ao presidente sírio, Bashar al-Assad. Ainda não existe informações se há civis entre as vítimas fatais

Por
EFE

access_time

25 jul 2018, 07h42

Beirute – Pelo menos 40 pessoas, entre combatentes e civis, morreram em vários atentados que atingiram nesta quarta-feira a cidade de Al Sweida, no sul da Síria, e em combates entre forças governamentais e o grupo terrorista Estado Islâmico (EI) na província de mesmo nome, informou o Observatório Sírio de Direitos Humanos.

Pelo menos quatro homens-bomba do EI que carregavam cinturões com explosivos detonaram os artefatos perto de um mercado e em outros pontos da cidade, ao mesmo tempo que explodiram várias bombas em diferentes locais de Al Sweida ao amanhecer, explicou a ONG.

Entre os mortos estão 28 soldados das forças leais ao presidente sírio, Bashar al-Assad, mas ainda não existe informações se há civis entre as vítimas fatais.

Além disso, há pelo menos 45 feridos e o número total de vítimas pode aumentar nas próximas horas, segundo a ONG.

Nas fileiras do EI, o número subiu para 16, entre eles os quatro suicidas.

O Observatório acrescentou que ocorrem violentos confrontos no norte de Al Sweida, depois que o grupo radical atacou várias cidades, tomando o controle de Al Matuna, Duma, Al Shibki, Al Shuraihi e Tel al Basir.

As tropas de Damasco contra-atacaram e tentam recuperar o domínio dessas cidades, enquanto os aviões bombardeiam a zona.

Por sua vez, a agência de notícias oficial síria, “SANA”, informou que um homem-bomba se matou na região do mercado, enquanto as “partes competentes” mataram outros dois terroristas antes que detonassem seus explosivos.

(function(d){var id=”facebook-jssdk”;if(!d.getElementById(id)){var js=d.createElement(“script”),ref=d.getElementsByTagName(“script”)[0];js.id=id,js.async=true,js.src=”https://connect.facebook.net/en_US/all.js”,ref.parentNode.insertBefore(js,ref)}})(document)

Fonte: Exame

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: