fbpx

Athletico bate Grêmio nos pênaltis e vai à final da Copa do Brasil – Esportes


O Athletico-PR é o primeiro finalista da Copa do Brasil. Jogando em Curitiba, a equipe venceu o Grêmio por 2 a 0 na noite desta quarta-feira (4), mesmo placar conquistado pelos gaúchos no jogo de ida, e se classificou após vitória nos pênaltis por 5 a 4.


A equipe agora vai encarar o Internacional, que venceu o Cruzeiro com tranquilidade por 3 a 0 em Porto Alegre e se garantiu na decisão.



O jogo


Precisando de pelo menos dois gols para ter alguma chance de se classificar apra a final, o time da casa contou com o apoio da torcida para partir para cima. A situação quase se complicou ainda no início, quando o árbitro Wagner do Nascimento Magalhães recorreu ao VAR para analisar possível pênalti para o Grêmio após a bola bater no braço de Wellington.


Como ele não viu a infração, o Athletico se animou ainda mais e passou a dominar completamente as ações na primeira etapa. O gol saiu aos 16. Após jogada de Rony pela esquerda, Bruno Guimarães chutou de primeira, com a bola explodindo na trave. No rebote, Nikão bateu colocado para colocar os paranaenses em vantagem.


Aos 40 e aos 46, o Athletico voltou a assustar o goleiro Paulo Victor, mas Lucas Halter e Bruno Guimarães acabaram errando o alvo.



E se na primeira etapa o gol do time da casa não demorou a sair, na segunda foi ainda mais rápido. Logo aos 3 minutos, Rony cruzou na medida para Marco Ruben, que cabeceou para deixar o confronto semifinal empatado.


A situação do Grêmio ficou ainda mais complicada aos 14, com a expulsão de Kannemann após falta violentíssima em Léo Cittadini.


E foi com um a menos que os gaúchos quase retonaram a vantagem no placar agregado. David Braz marcou de cabeça, mas a arbitragem flagrou impedimento do zagueiro. E foi novamente ele quem protagonizou outro lance perigoso do Grêmio. Após cobrança de falta, o defensor cruzou a bola para a área. Ela bateu em Marco Ruben e obrigou o goleiro Santos a fazer uma excelente defesa.


Nos minutos finais, o Athletico voltou a pressionar, mas o placar ficou mesmo nos 2 a 0 e a semifinal foi então decidida nos pênaltis. Na marca da cal, o único a falhar foi Pepê, que parou no goleiro Santos na última cobrança, garantindo o time paranaense na decisão.


ATHLETICO-PR (5) 2 X0 (4) GRÊMIO
Local: Arena da Baixada, Arena da Baixada (PR)
Data-Hora: 04/9/2019 – 19h
Árbitro: Wagner Nascimento Magalhães (RJ)
Auxiliares: Kléber Lúcio Gil (RJ) e Bruno Raphael Pires (RJ)
VAR: Braulio da Silva Machado (SC)
Público/renda: 28.841 pagantes/R$ 1.370.315,00
Cartões amarelos: Lucas Halter, Marco Ruben, Marcelo Cirino, Bruno Guimarães, Tiago Nunes (ATL), Romulo (GRE)
Cartões vermelhos: Kannemann
Gols: Nikão (16’/1ºT) Marco Ruben (3’/2ºT)
Disputa de pênaltis: Bruno Guimarães, Lucho González, Nikão, Marcelo Cirino e Marco Ruben converteram pelo Athletico-PR. Rafael Galhardo, David Braz, Alisson e Matheus Henrique converteram para o Grêmio, mas Pepê desperdiçou.


ATHLETICO-PR: Santos; Khellven, Robson Bambu, Lucas Halter e Márcio Azevedo; Wellington (Marcelo Cirino, aos 28/2ºT), Léo Cittadini (Lucho González, aos 40/2ºT) e Bruno Guimarães; Nikão, Rony (Vitinho, aos 28/2ºT) e Marco Ruben. Técnico: Tiago Nunes.


GRÊMIO: Paulo Victor; Leonardo (Tiago Galhardo, aos 16/1ºT), Geromel, Kannemann e Cortez; Romulo, Matheus Henrique e Jean Pyerre (Thaciano, 34/2ºT); Pepê, Alisson e André (David Braz, aos 17/2ºT). Técnico: Renato Gaúcho.


Antes da semi, Carol Portaluppi já prometia ingressos para final



Fonte: R7

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!