fbpx

Atualidades: Como estudar a questão indígena para o ENEM e vestibular

Estudantes que estão se preparando para vestibulares e para o ENEM devem se inteirar sobre a questão indígena.

É um tema recorrente nas importantes provas do Brasil, podendo ser cobrado nos cadernos de questões ou nas redações.

A situação dos índios brasileiros, o domínio das terras, avanço tecnológico nas tribos, escolaridade, os direitos que eles reivindicam, enfim, todos esses assuntos precisam ser debatidos e compreendidos.

Para dar uma ajudinha trouxemos um resumo curto, mas que toca nos principais pontos sobre a questão indígena. Vamos ver?

Demarcação de terras indígenas no Brasil

No Brasil hoje temos as Reservas Indígenas que são áreas demarcadas e protegidas por lei. Para os índios a terra que ele habita é o seu meio de subsistência, além de um espaço para sua cultura e modo de vida.

Eles estão protegidos pela Constituição Federal, no artigo 231, onde as reservas indígenas são reconhecidas como “Bens da União”. Sendo assim, elas são inalienáveis e intransferíveis, apenas podendo ser usada pelos índios.

A FUNAI – Fundação Nacional do Índio é um órgão do Ministério da Agricultura e fica responsável por gerir a política indígena no Brasil. Sob sua tutela fica a demarcação de terras, estabelecimento de condições ideais de justiça e sustentabilidade social, além de impedir invasões.

Tais questões são importantes para valorização do povo indígena aqui no Brasil. Além disso, ajuda no combate ao desmatamento e na preservação da fauna e flora da região.

A incorporação de terras indígenas para agricultura

A destruição da área florestal amazônica é um problema antigo, porém ultimamente outro transtorno vem piorando que é a incorporação de terras indígenas para agricultura.

Por isso, manifestações em Brasília tornaram-se recorrentes nos últimos tempos. Isso devido uma série de ações do governo que prejudica e interfere diretamente nos direitos do povo indígena e seus interesses.

Uma das medidas mais famosas é a PEC 215 que modifica as regras de demarcação de terras. Ou seja, deixa de ser atribuição da FUNAI e passa a ser do Congresso Nacional.

Os beneficiários pela PEC 215 são conhecidos como “A bancada ruralista”, que são defensores do agronegócio. Isso devido a diversas demarcações que foram feitas em terras de latifundiários.

Desta forma, a cultura indígena no Brasil sofre um sério risco, devido a expansão agrícola planejada com o aumento das queimadas na Amazônia, desmatamento e inundações para construção de Hidroelétricas.

E esses podem ser fatores determinantes para que indígenas percam seus territórios. O Parque do Xingu, por exemplo, é visto como uma “Ilha verde” em meio às plantações de soja.

E isso pode acarretar problemas como:

  • Pobreza
  • Miséria
  • Desnutrição
  • Violência
  • Suícidio

Esses são temas atuais da questão indígena que pode ser cobrada nos vestibulares e no ENEM.

Não deixe de ler também outro artigo essencial para seus estudos:

Floresta Amazônica: 5 abordagens recorrentes no ENEM

Fonte: Google News

Deixe uma resposta

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!