fbpx

Autocontrole: a habilidade mais importante que você deve aprender para ter sucesso financeiro

(AndreyPopov/Getty Images)

Alguma vez você furou um regime por não se controlar em uma festa de aniversário? Já se empolgou numa liquidação e comprou coisas demais sem necessidade? Já sentiu algum tipo de arrependimento ou ressaca moral por essa sua falta de autocontrole?

Entre todas as habilidades que desenvolvemos, o autocontrole é o que nos separa definitivamente dos outros seres do reino animal.

A capacidade de administrar os nossos impulsos, nossas emoções e comportamentos para atingir objetivos de longo prazo, que chamamos de autocontrole, está enraizada no nosso córtex pré-frontal.

Essa parte do cérebro funciona como uma central de planejamento, de solução de problemas e, mais ainda, de tomada de decisões.

A abundância de conexões nervosas que desenvolvemos em nosso córtex pré-frontal é o que nos permite planejar, avaliar alternativas e, no melhor dos mundos, evitar fazer coisas que podem causar arrependimentos mais tarde.

É essa área que fica na parte da frente do cérebro que luta para não responder aos impulsos e tentações de beber demais naquela festa e acordar péssimo no outro dia para trabalhar; que pondera a sua decisão de comer aquele pudim de leite condensado em plena segunda-feira ou não.

O córtex pré-frontal é seu aliado quando você, em um shopping center, não entra em nenhuma loja com a placa de “liquidação”.

Agora, você acha que o autocontrole é relativo a cada indivíduo? Ou seja, fulano tem mais autocontrole do que ciclano? Bem, a ideia de autocontrole como uma característica estável não é verdadeira, pois o nível de autocontrole de uma mesma pessoa tende a aumentar e a diminuir ao longo do dia.

Ou seja, o autocontrole é um recurso flutuante, que depende do ambiente, da situação específica, do momento do dia e do estado de espírito da pessoa, entre outras tantas variáveis.

A nossa capacidade de estabelecer autocontrole também pode ser determinada como a força de vontade. Afinal, é essa força que nos permite focar a atenção em uma coisa, apesar de tantas outras opções que aparecem na nossa frente.

No final das contas, o autocontrole é responsável pelo nosso sucesso em praticamente todas as áreas da vida, desde relacionamentos pessoais até o sucesso profissional e acadêmico.

Aprenda os conceitos essenciais sobre finanças e comece a investir

Existe até pesquisa comprovando cientificamente os benefícios do autocontrole. No início dos anos 1970, o psicólogo Walter Mischel conduziu um emblemático experimento chamado de Teste do Marshmallow.

O teste era simples: uma criança era deixada por alguns minutos sozinha em uma sala com um doce na mesa. Ela era avisada de que, se conseguisse esperar por alguns minutos sem comer aquele doce, receberia mais um no futuro.

Resumidamente, Mischel descobriu que as crianças que se controlaram mais tarde apresentaram vários resultados positivos na vida. Elas foram acompanhadas por muitos anos e tiveram, na média, menos problemas de comportamento, melhores notas na escola, relacionamentos mais saudáveis e uma vida financeira mais estável.

Obviamente não podemos generalizar e atribuir o sucesso exclusivamente ao autocontrole. Mas podemos concluir, com esse teste, que o autocontrole desempenha um importante papel para as conquistas que pretendemos ter na vida.

Para além do que eu mencionei no estudo sobre o marshmallow, o autocontrole traz benefícios para a saúde geral. Pessoas com mais autocontrole geralmente estão com sua saúde mental em dia, dormem melhor, têm menos doenças e vivem mais.

Então, como fazer? Se precisamos perder peso, mas gostamos de comer? Se queremos investir e acumular um bom patrimônio, mas gostamos de comprar as coisas que desejamos? Afinal, como podemos desenvolver mais autocontrole?

Não existem fórmulas prontas, mas eu tenho trabalhado com uma premissa que funciona muito para mim, formada por cinco pilares que chamo de Pilares 5M do Autocontrole: Meta, Motivação, Monitoramento, Merecimento e Mecanismo.

Pilar 1 | Meta

Você terá que definir uma meta. Não tem como fugir disso. Quanto mais específico for o seu objetivo, melhor você será capaz de alcançá-lo e guiar suas escolhas. Estabeleça uma meta de cada vez, em vez de várias sem objetividade, detalhe o máximo que puder e fixe um prazo saudável.

Pilar 2 | Motivação

Quanto mais você quer uma coisa, mais você se compromete com ela. Esse valor é você quem vai atribuir. A força de vontade é uma energia psicológica poderosíssima, e você a usa para resistir a outras tentações com o objetivo de trabalhar em direção à sua meta.

Pilar 3 | Monitoramento

O seu monitoramento é uma forma de feedback. A cada dia ou semana, avalie se você está mais perto ou mais distante do que planejou. Assim, pode se concentrar nas atividades mais relevantes.

Pilar 4 | Merecimento

Quem acredita que merece a meta alcança sem esmorecer. Quem tem dúvida do próprio merecimento pode desistir mais facilmente diante das dificuldades que aparecem pelo caminho, mesmo com planejamento. Afinal, imprevistos sempre acontecem. Fortaleça as crenças que seus esforços levarão você para o futuro que deseja e merece.

Pilar 5 | Mecanismo

Você deve desenvolver mecanismos para evitar as armadilhas que podem levar ao descontrole. Se quem está fazendo regime não quer cair em tentação, não deve comprar guloseimas ou ir a uma hamburgueria, por exemplo.

Quem quer se tornar um investidor de sucesso terá de fugir de shoppings e outras tentações do consumo. Isso significa antecipar situações em que desejos indesejados possam surgir – e assim não dar chance ao ladrão.

Se você seguir esses cinco pilares com disciplina e consistência, garanto que, em apenas algumas semanas, perceberá seus níveis de autocontrole aumentarem. Como sempre digo, é mais fácil do que você pensa!

 

Fonte: Infomoney

Deixe uma resposta

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!