fbpx

Autor dos best-sellers “Sapiens” e “Homo Deus” admite que autorizou censura de seu novo livro na Rússia. Aos fatos! – Notas – Glamurama

Yuval Noah Harari || Créditos: Reprodução

Um dos escritores mais celebrados da atualidade justamente por causa da pluralidade de pensamentos que defende, e autor dos best-sellers “Sapiens: Uma Breve História da Humanidade” e “Homo Deus – Uma Breve História do Amanhã”, o israelense Yuval Noah Harari admitiu nessa sexta-feira que autorizou uma revisão no mínimo inusitada de um de seus últimos títulos, o livro “21 Lições Para o Século 21”, para valer exclusivamente no mercado editorial da Rússia.

Na obra original em inglês, que foi lançada no ano passado, Harari não poupa críticas a Vladimir Putin, presidente do país, principalmente no que diz respeito à decisão dele de invadir a Crimea, em 2014. Mas na versão revisada o nome do político foi trocado, assim sem mais nem menos, pelo de Donald Trump, presidente dos Estados Unidos e um dos maiores antagonistas de Putin no cenário internacional.

Em entrevista ao “The Guardian”, Harari – que já vendeu mais de 19 milhões de livros – justificou o aval que deu para a censura do próprio trabalho afirmando que seu objetivo sempre foi atingir uma audiência cada vez maior e mais diversa ao redor do mundo, mas muitos de seus colegas escritores discordam da efetividade de algo nesse sentido para a promoção de ideias. Em resumo, há quem acredite que dessa vez ele deu um tiro no pé. (Por Anderson Antunes)

(function(d, s, id) {
var js, fjs = d.getElementsByTagName(s)[0];
if (d.getElementById(id)) return;
js = d.createElement(s); js.id = id;
js.src = “http://connect.facebook.net/pt_BR/sdk.js#xfbml=1&version=v2.4&appId=1409357522615229”;
fjs.parentNode.insertBefore(js, fjs);
}(document, ‘script’, ‘facebook-jssdk’));

Fonte: Glamurama

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!