fbpx

Avanço do vírus nos EUA paralisa retomada de viagens, diz Delta

(Bloomberg) — A Delta Air Lines cancelou os planos para retomar alguns serviços em meio ao aumento dos casos de coronavírus nos Estados Unidos, o que afeta a demanda por viagens.

A companhia aérea vai adicionar não mais do que 500 voos em agosto, em vez dos 1.000 planejados. A empresa não espera acrescentar muitos voos até o fim do ano.

“O crescimento da demanda está em grande parte parado”, disse o diretor-presidente da Delta, Ed Bastian, em entrevista. “O ritmo de melhora a partir deste ponto dependerá da confiança dos consumidores em voar.”

Na terça-feira, a companhia aérea divulgou prejuízo ajustado trimestral recorde de US$ 2,8 bilhões devido ao colapso da demanda causado pelo coronavírus, que reduziu a receita em 91% nos três meses até junho.

A magnitude da perda trimestral “ilustra o impacto realmente impressionante da pandemia de Covid-19 em nossos negócios”, disse Bastian em comunicado. “Continuamos a acreditar que serão necessários mais de dois anos até vermos uma recuperação sustentável.”

Apesar do revés, a Delta ainda espera reduzir a queima de caixa para zero até o fim do ano e retornar à “rentabilidade, marginalmente” até o segundo trimestre de 2021, disse o executivo. “Não muito, mas essa é a esperança.”

Joe Caiado, analista do Credit Suisse, é cético. “A taxa de saída de junho também sugere que nossa projeção média diária de US$ 29 milhões em queima de caixa para o terceiro trimestre é muito pessimista, embora o ponto de equilíbrio até o fim do ano ainda pareça otimista sem aumentos significativos dos voos”, disse em relatório a investidores.

Newsletter InfoMoney – Informações, análises e recomendações que valem dinheiro, todos os dias no seu email:

Fonte: Infomoney

Deixe uma resposta

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!