fbpx

Bakuchiol: o que é, benefícios e como usar esse “novo” retinol natural que é febre em skincare

Novidade quente no universo de skincare com pegada natural — principalmente para quem tem a pele sensível! Artigos científicos internacionais colocaram em evidência um novo extrato vegetal com função bem parecida ao do Retinol: o chamado Bakuchiol.

Já amplamente utilizado por viciados em beleza, o bakuchiol é o cosmético do momento extraído das sementes da Psoralea Corylifolia, mais conhecida como Babchi. É um fenol amplamente utilizado em inúmeros produtos ayurvédicos e cujo papel é estimular a regeneração celular epidérmica.

Bakuchiol na natureza, como é encontrado?

Bakuchiol-tratamento-pele

Segundo algumas fontes científicas confiáveis, após apenas três meses de uso de preparações de bakuchiol, há uma redução evidente nas rugas de expressão e descoloração da pele. A pele do rosto também fica mais compacta, elástica e homogênea, todos os requisitos que contribuem para torná-la mais jovem. Desenvolvendo uma ação antienvelhecimento evidente.

Originário da Índia, esse elixir da juventude está experimentando uma crescente valorização no setor cosmético, pois sua eficácia é absolutamente comparável à do retinol, embora não mostre seus efeitos adversos.

Graças à sua composição química de natureza vegetal, é reconhecido como ingrediente biologicamente compatível para a epiderme que, de fato, não mostra reação de intolerância. Sua principal atividade é regenerativa, que deriva da estimulação da síntese de colágeno, uma proteína envolvida nos processos de renovação celular.

Além das rugas, o bukichiol também atua de maneira eficaz, reduzindo-as manchas epidérmicas, em particular os produzidos por exposição excessiva ao sol, uma vez que é capaz de regular a produção de melanina. Portanto, é um ingrediente ativo extremamente válido para melhorar visivelmente a aparência da pele facial, sendo bem tolerado até pela pele mais sensível e delicada.

O que é bakuchiol

bakuchiol-tratamento-anti-acne

bakuchiol é um extrato fenólico extremamente potente produzido por uma planta asiática.

Seu nome “bakuchiol” deriva da palavra sânscrita “bakuch”, que indica a planta que produz as sementes das quais é extraída. É uma molécula cuja estrutura química é muito semelhante à dos terpenos e é amplamente utilizada na medicina ayurvédica e chinesa, pois possui atividades antioxidantes e anti-inflamatórias.

Seu uso no setor cosmético remonta a alguns anos atrás, quando algumas pesquisas dermatológicas destacaram as notáveis propriedades regenerativas no nível das camadas mais superficiais da pele. Não pode ser considerada uma descoberta moderna, mas a redescoberta de uma substância antiga usada anteriormente para fins principalmente terapêuticos dos tratamentos ayurvédicos.

Embora não tenha semelhança estrutural com o retinol, no entanto, o bakuchiol está equipado com efeitos semelhantes, que ocorrem com boa probabilidade após um mecanismo de ação semelhante na replicação celular. 

Extraído das sementes e folhas de Psoralea Corylifolia, o composto é utilizado como ingrediente principal não apenas em inúmeros produtos cosméticos antienvelhecimento, mas também em tratamentos anti-acne que exploram sua atividade anti-inflamatória e antibacteriana.

Geralmente deriva do óleo de sementes de babchi e, portanto, apresenta uma composição oleosa, que pode ser explorada com vantagem na produção de cosméticos nutritivos. A característica peculiar do composto é a de reunir inúmeras propriedades benéficas em uma única molécula, de cuja sinergia deriva sua poderosa eficácia funcional.

Além de estimular a produção de elastina e de colágeno, de fato, Bakuchi tem uma ação antioxidante, minimiza a descoloração provocada pela acumulação de melanina e promove a renovação celular. Após a estimulação dos receptores do ácido retinóico, responsáveis principalmente pelos processos sintéticos do colágeno, o bakuchi mostra um mecanismo biológico semelhante ao da vitamina A sem contudo causar seus efeitos colaterais.

tratamentos-naturais-para-a-pele

Bakuchiol contra rugas

A ação anti-rugas produzida pelo bakuchiol depende de sua composição baseada em fenóis ricos em propriedades antioxidantes e antienvelhecimento; é sabido que a ação oxidante realizada pelos radicais livres é o principal responsável pelo envelhecimento celular.

bakuchiol atua no nível da pele através da atividade esfoliante, que desempenha uma dupla função: por um lado, elimina as camadas mais superficiais das células mortas que tenderiam a limitar sua reposição fisiológica. Por outro lado, também tem uma ação estimulante na produção de colágeno, duas moléculas particularmente úteis para o bem-estar metabólico da pele. Ao eliminar as células mortas que poderiam formar uma camada que limita a condução adequada das reações bioquímicas das camadas da pele, esse composto facilita sua regeneração, ajudando a melhorar a aparência da pele.

bakuchiol é usado principalmente como anti-rugas preparado por várias razões; como você sabe, as rugas consistem em sulcos que se formam na superfície da pele seca e pouco elástica. Nessas condições, é muito mais fácil que, além dos processos naturais de envelhecimento, outros agentes também possam contribuir para o aparecimento de rugas; a radiação solar, por exemplo, representa um importante fator contribuinte para esse fenômeno.

mascara-de-arroz-beneficios-pele

Na pele mais madura, em nível microscópico, é possível observar uma distribuição desigual das moléculas de colágeno que se alternam com uma concentração claramente reduzida de elastina. Além disso, os melanócitos também diminuem sua atividade, pois sintetizam uma quantidade menor de melanina, tornando a pele mais sensível à radiação ultravioleta e, consequentemente, ao fotoenvelhecimento.

Esses são precisamente os fatores que predispõem ao aparecimento de rugas que, como mencionado, são mais facilmente formadas se a epiderme estiver seca e pouco tonificada. A eficácia do bakuchiol depende de um conjunto de fatores; Em primeiro lugar, o produto oferece à pele a hidratação correta, pois, ao eliminar as camadas superficiais deterioradas, melhora o equilíbrio hídrico da pele.

Bakuchiol vs retinol

Bakuchiol-vs-retinol

Quando se trata de envelhecimento da pele, o retinol é sempre considerado um aliado eficaz, pois tem o poder de melhorar a regeneração da pele, reduzindo a aparência de linhas finas produzidas pela passagem do tempo.

retinol (vitamina A) é uma vitamina lipossolúvel essencial para o metabolismo das células da pele e para sua proteção contra a radiação solar; além disso, também possui um notável poder antioxidante capaz de neutralizar a difusão de radicais livres. 

Este composto é amplamente utilizado no campo cosmético na produção de cremes e soros para o rosto, produtos dermatologicamente ativos capazes de estimular a síntese de colágeno, incentivar a renovação celular, reduzir a hiperpigmentação da pele e regular a produção de sebo, e acima de tudo para combater rugas. 

Com uma capacidade de penetração notável, atinge as camadas mais profundas da pele, permitindo também uma leve atividade esfoliante.

tratamentos-pele-beleza

Apesar de sua ação antienvelhecimento inquestionável, pode causar irritação e vermelhidão epidérmica e, portanto, deve ser usado com cautela em peles particularmente sensíveis e delicadas. O bakuchiol, que atua com um mecanismo de ação semelhante ao do retinol em relação à estimulação sintética do colágeno, não apresenta os mesmos efeitos colaterais.

Em um estudo recente que remonta a 2018 e publicado no British Journal of Dermatology, lemos que: 

Sua capacidade de mitigar os sinais do envelhecimento é completamente comparável à do retinol, mas produz menos esfoliação, minimizando a queima, a coceira e formigamento. Portanto, a reestruturação do colágeno ocorre de uma maneira muito melhor aceita pela pele do que a vitamina A, causando um abrandamento evidente dos processos de envelhecimento da pele.

Conclui-se, portanto, que o bakuchiol é capaz de minimizar os dois principais problemas que acometem mulheres de todas as idades e que consistem em rugas (terceira idade) e acne (adolescência).

Fonte: R7

Deixe uma resposta

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!