Bancos Centrais avaliam plano do Facebook de criação de moeda digital

Projeto Libra, que deve ser lançado no primeiro semestre de 2020, terá um impacto importante sobre o futuro do plano da rede social

Por Brenna Hughes Neghaiwi, da Reuters

access_time

25 jun 2019, 13h11 – Publicado em 25 jun 2019, 13h08

Suíça — Um importante membro do Banco Nacional da Suíça afirmou que está de mente aberta sobre o projeto de criação de criptomoeda do Facebook e um representante do governo italiano afirmou que está buscando mais informações sobre o plano, em um momento em que bancos centrais tentam se familiarizar com a iniciativa.

O Facebook revelou na semana passada planos para lançar a libra, uma moeda digital e mais recente desdobramento no esforço da companhia em expandir-se para além de mídias sociais, em direção a comércio eletrônico e pagamentos globais. “Em geral, eu acho que é um desdobramento interessante e estou bem tranquilo com relação a isso”, disse Thomas Moser, um membro alternativo do conselho que gere o Banco Nacional da Suíça, durante a conferência Crypto Valley, em Zug. “Eles claramente indicaram que querem jogar de acordo com as regras, eles estão contatando os reguladores”, disse Moser.

A forma como reguladores do sistema financeiro internacional responderão ao projeto Libra, que o Facebook pretende lançar no primeiro semestre de 2020, terá um impacto importante sobre o futuro do plano da rede social.

A moeda digital precisa respeitar regras contra lavagem de dinheiro e seus apoiadores precisam buscar licenças se pretenderem lançar serviços bancários, disse o presidente do banco central da França, em entrevista a uma revista.

Já Domenico Gammaldi, diretor do Banco da Itália para mercado e supervisão de sistema de pagamentos, disse que quer mais informações sobre o projeto do Facebook. “Eu li mais de 200 páginas de comentários e é muito estranho para mim dar uma opinião pessoal sobre 12 páginas de papel em branco”, disse Gammaldi nesta terça-feira, referindo-se à falta de informações sobre o projeto.

O Facebook se aliou com 28 parceiros em uma entidade sediada em Genebra chamada Associação Libra, que será encarregada por regular sua nova moeda digital.

Fonte: Exame

Deixe uma resposta