fbpx

Billie Eilish desabafa sobre pandemia: “Foi realmente destrutivo”

Billie Eilish revelou recentemente seus medos em relação aos seus seguidores. A cantora de 19 anos teme decepcionar seus fãs leais, disse em uma entrevista recente com Zane Lowe no Apple Music 1.

Ela começou dizendo: “Olhe, é uma loucura. Caramba, espero que não os decepcione. Realmente não quero que eles sintam que eu sumi, porque sabe, não fiz isso, estou aqui e estive aqui o tempo todo”.

Em parte, ela culpa a pandemia do coronavírus por ter, de certa forma, se distanciado dos fãs:

“Acho que a parte difícil é que não fazemos shows, não temos uma forma de demonstrar que ainda sou parte deles. E acho que é difícil, acho que eles ficaram doidos e entendo totalmente, sinto o mesmo. Também fiquei meio doida”, justifica.

Antes de concluir, Billie Eilish acrescentou: “Foi realmente, realmente destrutivo não fazer shows e não poder ver meus fãs pessoalmente, abraçá-los, falar com eles, e fazer todas as coisas que quero fazer”.

VEJA TAMBÉM:

+ Maraisa e Rofolffo juntos? Se depender de Maiara, vai rolar

+ Tays Reis abre o jogo sobre boatos de gravidez

+ Paolla Oliveira fala pela primeira vez de namoro com Diogo Nogueira

+ Juliette e Grazi Massafera se encontram, curtem a noite juntas e causam alvoroço na web

+ Giovani, dupla com Gian, fala de acidente de carro e mulher desabafa

VÍDEOS RACISTAS

Billie Eilish, uma das jovens cantoras a mais estar em alta na atualidade, se desculpou após vídeos antigos dela viralizarem, cujo conteúdo levou a acusações de racismo por parte do público da artista.

Nesses vídeos, que estão bombando no TikTok, Eilish aparece cantando a música “Fish” de Tyler, The Creator, zombando de sotaques de outras etnias e ainda usando o termo “Chink”, muito utilizado nos Estados Unidos para zombar pessoas de origem chinesa.

Ao notar a repercussão dos vídeos, Billie se pronunciou nos stories do Instagram, garantindo estar envergonhada com o conteúdo gravado anos atrás.

“Eu amo vocês, e muitos de vocês têm me pedido para abordar isso. É algo que quero abordar porque estou sendo rotulado como algo que não sou. Eu estou chocada e envergonhada e quero vomitar por pronunciar essa palavra”, afirmou ela.

“Essa música foi a única vez que ouvi essa palavra, pois nunca foi usada perto de mim por ninguém da minha família. Independentemente da minha ignorância e idade na época, nada desculpa o fato de ter magoado as pessoas. Sendo assim, me desculpem”, explicou a cantora, junto com o fato de que foi gravado quando ela tinha entre 13 e 14 anos de idade.

“Outro vídeo naquele clipe editado sou eu falando em uma voz boba e sem sentido. Algo que comecei a fazer quando criança e fiz toda a minha vida ao falar com meus animais de estimação, amigos e família”, declarou ela sobre aparecer zombando o sotaque outras etnias.

“É jargão absoluto e apenas eu brincando, e de forma alguma é uma imitação de alguém ou qualquer idioma, sotaque ou cultura”, reforçou ela.

VEJA+:

+ Sammy Lee após separação de Pyong: “Casa própria e mudar o nome”

+ As tatuagens de Paolla Oliveira e Diogo Nogueira e seus significados

+ The Voice Kids: Veja como foi o primeiro dia da Fase de Batalhas

+ Topless! Luciana Gimenez coloca os seios para jogo em clique durante viagem

Fonte: O Fuxico

Deixe uma resposta

Jornais Virtuais