fbpx

Biotipo e Somatotipo: O que é, diferenças e tipos – Dietas

Uma possível resposta para esta pergunta passa pelo princípio da individualidade biológica, no qual relata que cada pessoa pode reagir de forma diferente a cada estímulo dado no treinamento.

Sendo assim, a genética é um dos fatores a serem considerados ao discutir como cada pessoa reage ao treinamento.

Porém muitas pessoas ainda confundem o fator genético com o somatotipo e neste artigo será discutido o conceito de biótipo e somatotipo, assim como a diferença entre estes.

O que é biotipo?

O biótipo está relacionado a genética (genótipo) e é imutável, ou seja, está ligado a características como altura, estrutura óssea, facilidade de ganhar ou perder peso e etc.

Um exemplo de biótipo é quando são comparados os tipos físicos mais adequados para uma modalidade esportiva de alto rendimento.

Geralmente atletas de ginástica tem uma estatura menor, com braços e pernas mais curtos. Por outro lado, é possível observar que atletas de basquete, por exemplo já possuem estatura maior e braços e pernas mais compridos.

Estas características destes atletas estão como diz o conceito acima, de acordo com sua genética e não podem ser modificados.

Características como a largura da cintura escapular, tendência ter uma cintura fina ou mais larga, assim como o quadril são características anatômicas, portanto também estão de acordo com o perfil genético de cada pessoa.

O que é somatotipo?

Já o somatotipo se refere ao estado atual que se encontra a pessoa e pode ser modificada com o treinamento, sendo chamado de fenótipo.

A classificação do somatotipo vem sendo utilizada também para esportes de alto rendimento como no estudo de Cabral et.al.(2011), no qual ele relata as diferenças entre os somatotipos em diferentes idades de atletas.

Segundo seu estudo, atletas de categoria juvenil de voleibol apresentam uma maior tendência endomorfica, porém ao chegar no profissional a tendência maior é a mesomorfica.

A mudança do somatotipo segundo o autor está relacionada a maturação dos atletas, assim como na maior exigência física nos treinamentos e competições.

Sendo assim, como documenta o estudo o somatotipo é modificado medida que a composição corporal muda, assim como as medidas antropométricas a classificação é alterada.

Leia também:

+ Ectomorfo, Endomorfo e Mesomorfo – Conheça seu tipo físico e dicas de treino e dieta!

Como é definido o somatotipo?

O somatotipo é avaliado através de uma somatocarta, que é um questionário, no qual de acordo das respostas do indivíduo a classificação é realizada.

O método de Sheldon para definir o somatotipo era baseado em fotografias de pessoas em posição frontal, lateral e posterior para assim poder avaliar seu somatotipo.

Porém, com o tempo foi observado que este tipo de avaliação ficava muito subjetiva e como consequência aumentaria as chances de erro, dessa forma foi desenvolvido o método Heath-Carter.

Sendo assim, segundo Lima et.al. (2013) foi adicionado a utilização de medidas antropométricas, além de utilizar as fotos como era no método de Sheldon.

Para tal, são tiradas as medidas subcutâneas, subescapular, do tríceps, supra ilíaca e medial da perna, assim como circunferência dos braços e perna contraídos.

Após a coleta dos dados então que o questionário da somatocarta é preenchido e é avaliado para dessa forma concluir o somatotipo do indivíduo.

Quais os tipos de somatotipo?

Como foi dito antes os somatotipos estão relacionados a características corporais apresentadas por cada pessoa, de acordo com o questionário chamado somatocarta.

Segundo Sheldon os tipos de somatotipos são os seguintes:

1. Endomorfo

Este somatotipo está relacionado a endomorfia, ou seja, maior presença de gordura corporal, maior acúmulo de gordura na região da cintura e subcutânea, menor definição, entre outros.

Temos um artigo completo onde falamos como  identificar se você é endomorfo e como funciona o treino e dieta.

2. Mesomorfo

 A muscularidade é a principal característica da mesomorfia, ou seja, uma maior quantidade de massa muscular, assim como uma reduzida quantidade de gordura corporal.

Veja como saber se você é mesomorfo e quais os treino e dieta mais recomendável.

3. Ectomorfo

 A ectomorfia está relacionada a magreza, baixo volume muscular e quantidade reduzida de gordura.

Apesar destes serem os 3 principais somatotipos é possível que segundo a somatocarta haja características de mais de um tipo de somatotipo.

Sendo assim, é possível que indivíduos tenham somatotipo ectomesomórfico, endomesómorfico, por exemplo, porém há uma predominância de um destes em relação ao outro.

Veja algumas características, treino e dieta para ectomorfos.

No vídeo abaixo, o grande Leandro Twin fala sobre os conceitos básicos de biotipo e somatotipo, e como isso se aplica ao treinamento:

Concluindo

As vezes alguns conceitos parecem ser difíceis de entender e acabam por confundir várias pessoas.

O significado de biótipo e somatotipo são diferentes e precisam ser bem compreendidos.

Por mais que algumas pessoas tenham tendência a emagrecer ou engordar, colocar isto como um empecilho que impossibilite melhores resultados só levará ao fracasso na busca de seus objetivos.

O biótipo da pessoa pode não ser modificável, mas é possível sim com treino e dieta adequadas chegar a bons resultados.

Sendo assim, antes de desistir e utilizar como desculpa que é endomorfo ou ectomorfo, saiba que estas condições são modificáveis.

Então, siga firme, com dedicação ao objetivo e procure orientação de um profissional de Educação Física antes de iniciar qualquer rotina de treino.

Bons treinos!

Artigo postado primeiro em Treino Mestre

Referências:
Cabral et.al. Antropometria e somatotipo: fatores determinantes na seleção de atletas no voleibol brasileiro. Revista Brasileira de Ciências do Esporte. vol.33 no.3, 2011.
Lima et.al. Perfil somatotipológico e sua relação com o nível de
atividade física em universitários de Educação Física.EFDeportes.com, Revista Digital. Buenos Aires, Nº 178, 2013.

Fonte: R7

Deixe uma resposta

Jornais Virtuais