fbpx

Boa relação e velhos conhecidos marcam Flu x São Paulo no Maracanã

O São Paulo visita o Fluminense neste sábado, às 19h (de Brasília), no estádio do Maracanã, pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro. Em busca da segunda vitória consecutiva para embalar de vez na competição, a equipe comandada pelo técnico Cuca enfrentará um clube que tem sido parceiro do Tricolor paulista fora das quatro linhas e que conta com velhos conhecidos dos são-paulinos.

O Fluminense tem em seu elenco uma série de jogadores que já defenderam o São Paulo. Para a partida deste sábado, a tendência é que o técnico Fernando Diniz tenha à disposição Paulo Henrique Ganso e Wellington Nem, que já foi regularizado no BID da CBF. Já Nenê e Brenner, que deixaram o Morumbi recentemente, não estarão em ação. O primeiro não poderá entrar em campo por conta de um acordo entre as diretorias que prevê sua não participação em jogos contra o Tricolor neste segundo semestre de 2019. Já o segundo também está fora pelo fato de ter sido emprestado.

Ganso é o nome do qual os torcedores são-paulinos lembram mais. O camisa 10 permaneceu no Tricolor paulista de 2012 a 2016, se sagrando campeão da Copa Sul-Americana de 2012, quando o São Paulo venceu o Tigre em uma final que foi disputado apenas o primeiro tempo, além de acabar como vice-campeão do Brasileiro de 2014, em um time que também tinha Kaká, Luís Fabiano, Alexandre Pato e Alan Kardec.

Já Wellington Nem não teve uma passagem tão marcante pelo Morumbi. Atrapalhado pelas lesões – foram cinco no total, incluindo uma cirurgia para reparar as rupturas nos ligamentos cruzado e colateral medial do joelho direito -, o meia-atacante acabou se despedindo do São Paulo com apenas 25 jogos e um gol em uma temporada de 2017 marcada pela luta contra o rebaixamento.

Como se pode ver, a relação entre São Paulo e Fluminense é muito boa fora de campo. Em 2019, os clubes negociaram nada mais, nada menos que quatro atletas entre si. O lateral-esquerdo Léo chegou ao Tricolor paulista como uma grande aposta no início do ano, vendido pelo Tricolor carioca por R$ 3 milhões. Já o meia-atacante Marquinhos Calazans desembarcou na capital paulista em maio, de graça, em troca do empréstimo de Brenner por seis meses. Nenê, por sua vez, assinou com o clube das Laranjeiras sem custos, após rescindir seu contrato amigavelmente.

Mas, toda essa complacência entre as partes ficará de lado neste sábado. De um lado estará o São Paulo, “louco” para entrar no G4 do Campeonato Brasileiro e passar a pensar na possibilidade de brigar pelo título da competição. Do outro, o Fluminense, atualmente na zona de rebaixamento e precisando, enfim, reverter o futebol propositivo de Fernando Dinis em resultados positivos.


Gazeta Esportiva

  • separator

Fonte: TERRA

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!