fbpx

Bolsa chanel – Fundação, variações de estilo e dicas de identificação – Moda


Convenhamos, ter uma bolsa chanel é sinônimo de elegância e autenticidade. O status se eleva quando uma dessas belezinhas compõem os nossos figurinos. Afinal, 61 anos de marca não é pra qualquer empreendedor. É essa a credibilidade, a princípio, que faz da chanel a bolsa mais cobiçada e desejada do mundo. Não há questionamentos quanto a sua qualidade.

No entanto, prepare-se, os produtos da chanel possuem preços exorbitantes. No mercado desde 1955, a empresa construiu, através do tempo, a sua credibilidade. O fato é que a estilista Chanel Coco ousou e conseguiu alcançar os seus objetivos no mercado. É impossível confundir a bolsa chanel com a concorrência e é ai que está a sua peculiaridade.

Você sabe identificar se uma bolsa – talvez aquela guardada no seu closet – é falsificada? Simples, toda bolsa original se difere das demais, pois possuem uma etiqueta de fácil identificação, quase impossível de ser retirada. Pois é, os falsificadores de plantão não podem copiar esse sistema, porque as peças são planejadas, isto é, costuradas e registradas em série.

História de fundação

Polityka

Essa história é de inspirar qualquer empreendedora do mundo! Gabrielle Coco Chanel, nascida em 1883, inovou os conceitos de vestimenta feminina durante sua vida. A maior de suas ideias veio simplesmente por observar as roupas do seu namorado. Ela adaptou o modelo masculino e introduziu-o no universo feminino. Portanto, imagine só o choque, ainda mais para sua época!

De origem francesa, Chanel se tornou muito conhecida por sua persistência na criação de suas peças. Portanto, um fato impactante é que a estilista negou veementemente o seu passado. A princípio, sua ânsia por mudar de vida foi tão grande que ela anulou sua história da mídia e dos holofotes. Por fim, A verdadeira faceta da sua vida só veio a tona em 1971 com a sua morte.

Chapel Lane

Antes de se tornar a bem sucedida empresária, a estilista trabalhou em vários lugares. Primeiramente, foi a partir do emprego em um Cabaret que ganhou o apelido “Coco”. Isso aconteceu porque todas as noites Chanel cantava a música “Qui qu’a vu Coco dans le trocadero?”  no bordel. A frequência de sua apresentação presenteou-a, afinal, com seu apelido de guerra.

Pasme, depois de todo o caminho trilhado, as 40 anos de idade, a estilista lança a marca Chanel vendendo, a princípio, perfumes. Portanto, foi somente aos de 1955 que Coco começou a vender roupas, sapatos e outros acessórios pela marca, inclusive as bolsas. Nunca é tarde para brilhar, essa é sobretudo a maior prova de que não devemos nos prender a idade para alcançar o sucesso.

×

Primeiros estilos lançados

L’officiel

Não é à toa que a marca Chanel é uma das mais respeitas no mundo feminino. As donas de casa saíram de suas funções doméstica rumo a jornada de trabalho com muito mais classe e elegância. Coco ganhou fama em Paris, capital da moda, graças a seu estilo minimalista e sofisticado. O sucesso foi tanto que transpassou os dois períodos das duas grandes guerras mundiais.

Em 1971, sua morte marcou a vida de muitas mulheres. Bem como esperado, vestidas com as peças da marca, suas fãs prestam-lhe homenagens no dia do funeral. Logo depois, para dar continuidade aos lançamentos, o empresário francês Jacques Wertheimer comprou a empresa Chanel.  Posteriormente, surgiram novas linhas de bolsas inspiradas no design da fundadora.

Bolsa Chanel Reissue , ou 2.55 lançada em 1955

Peguei Bode

O pretinho básico com certeza é uma marca do estilo chanel. Essa bolsa foi muito bem recebida pela sociedade feminina da época. O fato é que mesmo depois de tantos anos o modelo ainda é bastante usado e continua sendo sinônimo de sofisticação. A princípio, as principais característica das bolsas dessa linha são o revestimentos de couro e alcinha de corrente.

Há boatos sobre a criação do design interior do produto, onde possui um pequeno bolsinho. Dessa forma, o compartimento foi criado para que Chanel guarda-se suas cartas de amor. Outra história interessante é sobre a paixão da estilista por cavalos. Por fim, é partir desse sentimento que suas bolsas foram criadas a base de couro.

Agora, não se assuste, pois no Brasil essa peça pode variar de 25 a 30 mil reais. Bolsas chanel não são pra qualquer um. Portanto, é por isso que comprar um desses produtos é um investimento para vida toda. A qualidade e a credibilidade construídas por anos são o selo de garantia da Chanel. Assim também os novos modelos foram criados inspirados nas obras de Gabrielle Coco Chanel.

Bolsa Chanel Double Flap lançada em 1980

Must Have

Primeiramente, esta é apenas umas das variações da 2.55. A diferença do modelo acima está no fecho com os “Cs” cruzados. Este modelo surgiu na década de 1980, após a morte de Chanel. Lançada pelo estilista Karl Lagerfeld a bolsa é uma simples inovação no modelo original. A unica variação está nas correntes duplas entrelaçadas que dão maior liberdade na hora de carrega-la.

Carteira Chanel WOC

Pinterest

A princípio, o modelo WOC foi uma descoberta incrível para a vida das mulheres. Seu formato compacto permite carregar os itens mais pessoais de maneira mais confortável e muito estilosa. Essas pequenas carteiras só estão nas mãos de quem é realmente fiel a marca. Isso porque jamais deixariam de lado a oportunidade de tê-la em mãos.

Bolsa Chanel Boy lançada em 2012

Etiqueta Única

Sem dúvidas, o mole Boy teve sua ascensão porque popularizou no meio dos jovens. Os modelos da Chanel ficaram por um bom tempo direcionados a um público mais velho. Mas, a marca se espalhou mais ainda com o design de fecho em aba, ampliando o número de consumidores.

Bolsa Chanel Grand Shopping Tote

Myra Store

Outra grande invenção da Chanel são as bolsas da linha Grand Shopping Tote. Sua maior vantagem é que o espaço interior é muito maior do que as outras. Essas são bem mais confortáveis para as mulheres que gostam de carregar o mundo. No entanto, temos uma péssima notícia, infelizmente esta linha saiu de série em 2015.

Bolsa Chanel Coco Cocoon lança em 2009

Charmelitas

No que se diz respeito a mudança de estilo a Coco Cocoon é mais diferentona de todas. Este modelo rechonchudo deixou de lado as alças de correntes e os fechos. Mas, o mais chocante mesmo é que as bolsas descoladas dessa linha podem ser usadas ao contrário. Além disso, existem duas cores possíveis para esse modelinho.

Bolsa Chanel Cerf Tote lançado em 2005

Pinterest

É fato que os primeiros modelos das bolsas chanel eram baseados no minimalismo. Este princípio levou ao lançamento de um modelo ainda mais clean. A Cerf Tofe obedece uma linha mais executiva e atende bem as mulheres que carregam muitas coisas. E, ao contrário das antigas, o estilo permite se carregado nas mãos.

Bolsa Chanel Deauville Tote

Fashion For Lunch

De todos os modelos da marca essa é a que mais foge do estilo clássico.O design lembra um pouco as correntes nas partes das alças. Mas o Deauville Tote abandonou completamente a base do couro. Os novos materiais em  jacquard e canvas trazem cores variadas e com somente um tamanho disponível. É, ou não é um modelo totalmente jovial?

 Bolsa Chanel Gabrielle Bucket lançada em 2017

Luxomania

A princípio o despojamento do modelo Gabrielle Bucket  foi um lançamento para a moda da primavera. Apesar do design chamar bastante a atenção pelo formato de saco, o maior destaque vai para o nome dado a linha. A nova variação é uma homenagem linda feita a fundadora da marca. Depois de tantos anos a Chanel continua viva e ganhando forças entre os jovens.

Bolsa Chanel Gabrielle Hobo

Pinterest

De volta ao couro a bolsa Gabrielle Hobo é a grande criação com inspiração direta ao espírito da fundadora. O modelo clean tem 3 alças disponíveis, sendo duas delas de correntes. O tamanho também é bem avantajado ideal para guardar tudo que a mulherada precisa. E se estivar cansada do pretinho básico, a linha oferece diversas cores do modelo.

Dicas para identificar falsificação

A princípio, com o sistema de identificação das etiquetas, é impossível não notal um produto falsificado. Toda bolsa vem com uma numeração de série fixada em algum lugar do objeto. E é quase impossível danificar o material, porque o selo é feito por holograma. Ou seja, se você perdeu o seu cartão de identificação, não se preocupe pois ainda tem como conferir a originalidade.

Para compreender mais como realizar essa identificação é bom dar uma assistida no vídeo abaixo. Isso vai garantir que, ao comprar a sua bolsa chanel, você não seja passada para trás.

Por fim, saiba mais em 11 itens obrigatórios na bolsa de mulher para não passar vergonha

Fontes: Paris Brechó, itskika, Polityka, Chanel, Mundo das Marcas, Peguei Bode, Diva, Chanel 2,  Etiqueta Única, Etiqueta Única 2, Vogue, Etiqueta Única 3,  Etiqueta Única 4 , Etiqueta Única 5, Glamour 

Fontes de imagens: Polityka, L’officiel, Etiqueta Única, Etiqueta Única 1, Mondo Moda, Pinterest, Etiqueta Única 2, Myra Store, charmelitas, Pinterest, Fashion For Lunch, Luxomania, Pinterest 3, Etiqueta Única 3, chapel Lane,

Essa matéria Bolsa chanel – Fundação, variações de estilo e dicas de identificação foi criada pelo site Área de Mulher.

Fonte: R7

Deixe uma resposta

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!