fbpx

Bolsonaro testou negativo em exames para coronavírus entregues ao STF

Jair Bolsonaro (Foto: Isac Nóbrega/PR)

SÃO PAULO – Os exames para o novo coronavírus apresentados pela defesa do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) ao Supremo Tribunal Federal (STF) mostram que o mandatário não estava infectado pela doença no momento em que foram realizados.

Os resultados foram tornados públicos na tarde desta quarta-feira (13), por decisão do ministro Ricardo Lewandowski, do STF, em meio a uma batalha jurídica entre o governo e o jornal O Estado de S.Paulo, que pedia acesso aos testes sob a alegação de interesse público em torno da saúde do presidente.

O jornal ingressou no STF na segunda-feira (11) para suspender determinação do presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), João Otávio de Noronha, que, na última sexta-feira (8), derrubou as decisões do Tribunal Regional Federal da 3ª Região (TRF-3) e da Justiça Federal de São Paulo que obrigavam a apresentação dos exames.

Desde que voltou de viagem oficial aos Estados Unidos, em março, Bolsonaro fez exames para o novo coronavírus. Embora não tenha apresentado nenhum dos resultados, o presidente afirmava que havia testado negativo.

Dois laudos de exames haviam sido entregues pela Advocacia-Geral da União (AGU) ao Supremo na última terça-feira (12). Menos de 24h depois, o governo encaminhou um terceiro teste realizado por Bolsonaro. Dois testes foram feitos pelo laboratório Sabin e um terceiro pela Fiocruz.

Os testes foram registrados com codinomes (“Airton Guedes”, “Rafael Augusto Alves da Costa Ferraz” e “05”), sob alegação de segurança. Dados pessoais como RG, CPF e data de nascimento, porém, foram mantidos para a identificação do mandatário.

Fonte: Infomoney

Deixe uma resposta

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!