Boris Johnson perde maioria no Parlamento britânico

Após ter pedido à rainha Elizabeth II a suspensão do Parlamento do Reino Unido até 14 de outubro, o primeiro-ministro Boris Johnson perdeu nesta terça-feira (3) sua maioria na Câmara dos Comuns.
    Insatisfeito com a liderança exercida por Johnson, o deputado Phillip Lee abandonou o Partido Conservador e passou para o Democratas Liberais (LibDem), de oposição.
    Segundo Lee, o partido do primeiro-ministro foi “infectado” pelo “populismo e pelo nacionalismo inglês”. Além disso, o deputado acusou o governo de colocar “vidas em risco” com sua postura agressiva em relação ao Brexit.
    Johnson planeja tirar o Reino Unido da União Europeia em 31 de outubro, com ou sem acordo, e pediu a suspensão do Parlamento até 14 de outubro para inviabilizar a aprovação de leis que bloqueiem seus planos.
    Parlamentares de oposição, no entanto, tentam articular uma saída para adiar o Brexit até 31 de janeiro, a não ser que a Câmara dos Comuns aprove até 19 de outubro um novo tratado com Bruxelas ou um rompimento sem acordo.
    Johnson viajará à República da Irlanda na segunda-feira que vem (9) para negociar alternativas ao chamado “backstop”, mas Dublin já disse que não abre mão de manter fronteiras abertas com a Irlanda do Norte, território britânico, como prevê o mais polêmico mecanismo do acordo com a União Europeia.


  

  • separator

Fonte: PORTAL TERRA – NOTÍCIAS

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: