Brasil e Argentina têm os elencos mais valiosos da Copa América

A semifinal da Copa América entre Brasil e Argentina reunirá os dois elencos mais valiosos da competição. O superclássico, marcado para a próxima terça-feira, no Mineirão, colocará frente a frente os atletas mais caros da América do Sul, de acordo com um levantamento feito pelo Transfermarket.

A seleção brasileira é a mais cara dentre as 12 equipes do torneio. Se somados os valores, os 23 jogadores convocados pelo técnico Tite têm um valor total de 956,6 milhões de euros (R$ 4.199 bilhões, na cotação atual) – lembrando que Neymar, atleta mais caro do mundo desde que foi comprado pelo Paris Saint-Germain junto ao Barcelona, não integra a lista. Philippe Coutinho, então, é o atleta brasileiro mais valioso, tendo passe avaliado em 100 milhões de euros (R$ 439 milhões).

Os demais atletas mais caros do Brasil integram o futebol inglês, considerada a liga mais forte do mundo. Roberto Firmino, atacante do Liverpool, custa 80 milhões de euros (R$ 351,2 milhões). Seu companheiro de equipe, Alisson é considerado o goleiro mais caro do mundo, tendo passe na casa dos 75 milhões de euros (R$ 324,8 milhões). Gabriel Jesus, campeão nacional pelo Manchester City, é o quarto mais valioso jogador do elenco brasileiro, custando 70 milhões de euros (R$ 307,3 milhões).

O jogador mais caro da Copa América, no entanto, está na arquirrival Argentina. Lionel Messi, camisa 10 e capitão do time comandado por Lionel Scaloni, tem valor de mercado na casa dos 160 milhões de euros (R$ 702 milhões). Paulo Dybala (100 milhões de euros) e Sergio Aguero (75 milhões de euros) vêm na sequência.

Os três atacantes, no entanto, têm uma disparidade razoável em relação ao resto do elenco. O quarto na lista é o meia Angel di María, 30 milhões de euros mais barato que o atacante do Manchester City. Lo Celso e Paredes vêm logo abaixo, custando 40 milhões de euros cada. No total, a seleção argentina ‘vale’ 680,2 milhões de euros (R$ 2,4 bilhões), estando acima do Uruguai, avaliada em 482,5 milhões de euros (R$ 2,118 bilhões). Colômbia e Chile completam a lista dos cinco mais valiosos do torneio.

Brasil e Argentina se enfrentarão na próxima terça-feira, às 21h30 (de Brasília), por uma das semifinais da Copa América. Na outra chave, o Chile aguarda o adversário vindo da partida entre Uruguai e Peru, pelas quartas de final.

  • separator

Fonte: TERRA

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: