fbpx

Britânicos protestam contra ‘golpe’ de Boris Johnson

Milhares de manifestantes saíram às ruas em diversas cidades do Reino Unido para protestar contra a decisão do primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, de suspender as atividades no Parlamento na véspera do Brexit. Nesta semana, Johnson prometeu realizar o processo de saída do Reino Unido da União Europeia (UE) com ou sem acordo. A decisão de fechar o Parlamento evitará que opositores tentem barrar o divórcio com o bloco europeu, marcado para 31 de outubro. O ato, com o lema “Stop de Coup” (Parar o Golpe), foi convocado pela organização Outra Europa é Possível e pela entidade Momentum, ligada à ala mais progressista do Partido Trabalhista.
    Todos acreditam que a medida é um golpe de Johnson. A principal mobilização ocorreu em Londres, onde os militantes se reuniram em frente à Downing Street, sede do governo britânico, próxima também da residência oficial do premier, cantando e gritando frases como “Boris Johnson mentiroso, tenha vergonha” Além disso, foram registrados protestos em todo o país, com mais de 30 manifestações organizadas na Inglaterra, Escócia, País de Gales e Irlanda do Norte.
    Embora a decisão tomada pelo primeiro-ministro conservador esteja dentro da lei, os críticos exigem que ele introduza uma exceção, dada a extraordinária importância da situação e a constante rejeição do Parlamento aos diferentes planos do Brexit apresentados pelo governo anterior da então primeira-ministra Theresa May. John McDonnell, um dos principais aliados do líder do Partido Trabalhista, Jeremy Corbyn, realizou um discurso em um dos protestos em Londres e pediu proteção da democracia.
    Corbyn, por sua vez, deu total apoio às palavras de seu aliado. “Quero incentivar todos a participar das manifestações neste sábado. O ultraje que Boris Johnson causou ao suspender a democracia foi ensurdecedor”, afirmou. .
   


  

  • separator

Fonte: PORTAL TERRA – NOTÍCIAS

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!