fbpx

CAIXA faz corte de juros que afeta dívidas novas e antigas de clientes  

A Caixa Econômica Federal anunciou ontem, 31 de julho, que irá reduzir em até 33% o valor das taxas de juros do cheque especial e em 21% no crédito para pessoas físicas. A medida vale tanto para os novos clientes quanto para os contratos antigos, que poderão renegociar as taxas vigentes.

Com a mudança, no cheque especial, os juros máximos cobrados pela Caixa, que eram de 13,45% ao mês, passam a ser de 9,99% ao mês. Sendo que um cliente que tinha uma dívida de R$ 1,5 mil, por exemplo, após 30 dias no vermelho, ficava devendo R$ 1.701. 

Com a redução dos juros, e conseguindo negociar a redução, o débito cairia para R$ 1.649, após o mesmo período. Segundo a Caixa, os juros podem ser menores, dependendo do nível de movimentação da conta e de investimento dos clientes.

Pacote Caixa Sim 

A instituição financeira ainda anunciou outra novidade, o pacote “Caixa Sim”. Nele, a taxa do cheque especial vai a 8,99% ao mês para quem aderir ao pacote. A tarifa será de R$ 25 por mês, que poderá ser revertida em créditos de celular pré-pago. 

Dessa forma, a mesma dívida de R$ 1,5 mil seria de R$ 1.634 para o cliente que contratasse o pacote. O “Caixa Sim” ficará disponível para os usuários da Caixa a partir de 19 de agosto. 

Crédito pessoal 

Se tratando do crédito pessoal, o piso dos juros cobrado era a partir de 4,99% ao mês, porém, com a mudança, começará em 2,29% ao mês para os clientes. Agora, para quem contratar empréstimo de R$ 2 mil, por exemplo, após seis meses, o valor da dívida será de R$ 2.678. 

Com a nova taxa, o débito ficará em R$ 2.291. Contudo, nesse caso, o “Caixa Sim” não oferecerá taxa de juros menores, mas dará cartão de crédito internacional, sem anuidade, e com crédito rotativo a 8,99% ano mês.

O presidente da Caixa, Pedro Guimarães, informou que deseja baixar os juros ao menos uma vez por ano. 

“Não é razoável cobrarmos 10%, 15%, 20% de juros ao mês. A redução deve ser um movimento contínuo. Vamos reduzir taxas de todas as modalidades de crédito, em todos os segmentos”, garantiu Guimarães.

Redução de juros também para PJ 

Já para pessoas jurídicas, os juros máximos do cheque especial baixaram de 14,95% ao mês para 9,99% ao mês. Com a contratação da cesta de serviços do “Caixa Sim”, a taxa também cai para 8,99% ao mês, com capital de giro a partir de 0,95% ao mês e antecipação de recebíveis a 1,85% ao mês.

Aplicativo Caixa para clientes de baixa renda

Ademais da redução de juros para cheque especial, crédito pessoal e empresas, o presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, ainda divulgou que em 60 dias o banco deve lançar um aplicativo de celular para os clientes de baixa renda. 

Pelo app, as pessoas vão poder fazer desde operações básicas, como pagamentos de contas e transferências, até acessar serviços sociais administrados pela instituição, como o Bolsa Família. A ferramenta também deve auxiliar no pagamento dos saques do FGTS. 

“Estamos melhorando o nosso aplicativo atual, mas teremos também um modelo extremamente simples, voltado para as pessoas que têm telefones com menor capacidade”, declarou o presidente da estatal. 

“O sistema já está em teste, com três mil funcionários dedicados a essa plataforma. No dia que anunciarmos o instrumento, ele terá que estar operacional para 102 milhões de clientes, completou Guimarães. 

Veja também: Novo Cartão Caixa: Sem consulta SPC/Serasa e zero anuidade


Fonte: Edital Concursos Brasil

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!