fbpx

Campanha de vacinação contra a raiva é adiada em SP para evitar aglomerações

Ação era realizada nos meses de agosto e setembro; imunização de rotina para cães e gatos será mantida

  • separator

SÃO PAULO – A campanha de vacinação contra a raiva, que costuma ocorrer nos meses de agosto e setembro, foi adiada e apenas a imunização de rotina será realizada. A Secretaria de Estado da Saúde informou nesta quarta-feira, 5, que a medida foi adotada para evitar aglomerações durante a pandemia do novo coronavírus.

As doses da vacina antirrábica vão continuar sendo aplicadas nos serviços de saúde municipais e clínicas veterinárias particulares para a vacinação de rotina de cães e gatos. Segundo a pasta, a decisão segue recomendações do Ministério da Saúde para reduzir o risco de infecção pela covid-19.

O Estado de São Paulo não registra casos de raiva em humanos, causada pela variante canina, desde 1997. Em cães e gatos, a doença não é registrada desde 1998. O último caso de contágio após acidente com morcego infectado ocorreu em 2018.

A raiva não tem cura, pode causar paralisia e até levar à morte. A secretaria informa que, caso a pessoa ou animal doméstico tenha contato acidental com morcegos, é necessário buscar atendimento médico. A mesma medida deve ser adotada se a pessoa for arranhada ou mordida por um animal mamífero desconhecido.

Veja também:

De andador, veterano de guerra de 99 anos arrecada milhões para saúde pública britânica

Estadão

  • separator

Fonte: Terra

Deixe uma resposta

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!