fbpx

“Cancelem essa p****!” – Notas – Glamurama

Oliver Stone || Créditos: Reprodução

Se a tão falada cultura do cancelamento não fosse um fenômeno relativamente recente, o lendário Oliver Stone provavelmente já teria sido “cancelado” muito tempo atrás. E isso de acordo com o próprio cineasta, que em entrevista para uma rádio dos Estados Unidos nessa quinta-feira revelou ter certeza de que teria sido “vilanizado” por causa de muitos dos filmes que fez no passado se a realidade da época tivesse o que classificou como o “ar de inquisição” da atual.

“Eu digo a vocês que não teria vingado nessa indústria. Teriam me transformado num vilão, eu seria atacado por todos os lados. Chamem do que quiser, mas essa p**** de cultura de cancelamento é que precisa ser cancelada”, o diretor responsável por clássicos da telona como “Platoon” e “Wall Street” disse no programa da dupla Jim Norton e Sam Roberts, da SiriusXM Radio.

Stone foi ainda mais além e garantiu que, ao menos no universo das artes, não se chega a lugar nenhum quando se impõem muitos limites. “Você precisa ser rude, de vez em quando pode até ser mau. Mas agora você precisa fazer essas coisas meio que pisando em ovos. Vocês acham que eu teria conseguido rodar os filmes que fiz décadas atrás hoje em dia?”, ele questionou, dando a entender a indústria cinematográfica regrediu no que diz respeito às liberdades. (Por Anderson Antunes)

(function(d, s, id) {
var js, fjs = d.getElementsByTagName(s)[0];
if (d.getElementById(id)) return;
js = d.createElement(s); js.id = id;
js.src=”https://connect.facebook.net/pt_BR/sdk.js#xfbml=1&version=v2.4&appId=1409357522615229″;
fjs.parentNode.insertBefore(js, fjs);
}(document, ‘script’, ‘facebook-jssdk’));

Fonte: Glamurama

Deixe uma resposta

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!