fbpx

Cariocão: Botafogo anuncia saída do volante Caio Alexandre – Futebol


É oficial, Caio Alexandre está de saída do Botafogo. Nesta sexta-feira, o Alvinegro divulgou um vídeo, no qual o volante manda um recado de despedida para a torcida, para o clube e para os companheiros de equipe. O ex-camisa 19 irá jogar no Vancouver Whitecaps, do Canadá, e assina contrato até 2024.


– Eu estou aqui já desde os meus 14 anos. O clube me ajudou muito, me tornei um ser humano melhor, um atleta profissional melhor, um homem melhor. Não queria ter deixado o clube nessa situação, mas sei que vai ser uma venda boa para o clube, vai ajudar tanto os funcionários, como os atletas que ficarão.



Na última temporada, Caio Alexandre foi um dos poucos destaques positivos do Botafogo no Campeonato Brasileiro. Ele relembrou jogos com a torcida ainda no estádio e explicitou o desejo de, um dia, retornar ao Alvinegro.


– A minha estreia foi no Carioca, mas aqui dentro, no estádio, foi no clássico contra o Vasco, a gente acabou ganhando de 1 a 0. Pude entrar e ir bem no jogo, e senti esse carinho que a torcida tem por mim, isso foi muito importante.

– Espero um dia voltar, reescrever uma nova história muito bonita dentro desse clube, que me ajudou muito, onde sou grato, onde me tornei jogador profissional. Realizei meu sonho de criança aqui dentro.



AMIZADE COM KANU


– Um gol muito importante pra mim também foi contra o Sport, foi com o passe do Kanu pra mim. A gente trabalhou muito tempo juntos na pandemia, a gente mora perto, a gente tem um laço de amizade muito forte, um carinho enorme um pelo outro.

– Aquele momento ali foi muito especial porque ele deu o passe para mim, eu acabei fazendo o gol, a gente pode comemorar junto e se abraçar porque era um momento de vitória, era um momento de alegria e de felicidade.


PROFISSIONALISMO

– Enquanto estou aqui, é meu papel de ajudar e me dedicar, chegar no horário, até antes do horário mesmo porque meu perfil sempre foi profissional aqui dentro do clube, perfil sempre foi ser dedicado com a instituição, honrar a instituição desde o primeiro momento que cheguei aqui dentro.



– Quando eu entro no campo para vestir essa camisa, tenho que dar o meu melhor, tenho que me entregar ao máximo não só pelo clube, mas pela minha família também. Acho que estou respondendo a uma instituição gigante que é o Botafogo, torcedores apaixonados e aos familiares que gostam muito de mim.


RECADO PARA A TORCIDA

– Eu vou além do meu limite para dar o meu melhor para o Botafogo, uma instituição que cuidou de mim quando eu mais precisei. Saio, mas com o sentimento que um dia ainda vou dar muitas alegrias para vocês (torcedores)

Fonte: R7

Deixe uma resposta

Jornais Virtuais