causas e dicas para evitar o problema

Já teve vontade inesperada de comer algo quando estava estressado ou ansioso? Ou já quis mergulhar no chocolate ou batata frita? Talvez você possa estar desenvolvendo uma compulsão alimentar.

Trata-se de um distúrbio psicológico que indica algum desequilíbrio que é ocultado a partir da gula e do consumo excessivo de alimentos, via de regra doces e produtos industrializados, por alguns minutos e até horas.

Cabe notar que esse desajuste precisa ser resolvido. O primeiro passo é identificar o que é fome e o que é ansiedade. A fome real, por exemplo, é saciada após uma boa refeição saudável. Veja a seguir algumas dicas para evitar esse distúrbio:

Identifique o seu ?gatilho?

Em muitos casos, a compulsão alimentar é desencadeada por algum ?gatilho?, ou seja, algum evento que deixa a pessoa estressada, ansiosa ou sob pressão e a leva a comer compulsivamente. Uma dica é fazer um ?diário nutricional?, anotando todos os dias o que, quando e por que você comeu, para depois reler e poder verificar de onde surgiu essa fome.

Nada de jejum constantemente

Um dos maiores erros de quem come compulsivamente é pensar que ficar muito tempo sem comer irá ajudar. Na verdade, isso é uma armadilha. Além de comer mais, a ânsia por alimentos com mais açúcar e carboidratos refinados é maior ainda, pois dão uma falsa sensação de prazer, bem-estar e felicidade, que acaba logo e nos faz consumi-los de novo.

Alimentação rica em fibras

Alimentos ricos em fibras são ótimos para evitar a compulsão alimentar, pois dão uma sensação de saciedade maior e melhoram o funcionamento do intestino. Eles também ajudam a diminuir os níveis de açúcar e colesterol na corrente sanguínea, o que pode ajudar muito se você consome muitos doces nas crises de compulsão.

Sem açúcar

O consumo indiscriminado tem efeitos bruscos em nosso psicológico, afetando inclusive nossa função cognitiva. O que acontece é que quando consumimos alimentos com alto teor de açúcar, ele libera hormônios que nos causam sensação de bem-estar, como a serotonina.

Comer sem pressa

Uma das grandes vilãs da sensação de saciedade e bem-estar é a mastigação ruim. É sempre saborear o alimento antes de engolir dá a sensação de saciedade ao estômago e faz com que você se sinta farto com mais facilidade. Comer com pressa também é um fator que impulsiona a compulsão alimentar.

Dormir bem

A falta de sono deixa o corpo em sinal de alerta, o que ativa os centros de recompensa cerebrais. O recomendável é uma noite de sono dure em torno de sete a nove horas por dia.

Beber muita água

A água é um poderoso agente em qualquer dieta. Além de desintoxicar o organismo, ela dá a sensação de saciedade tão desejada ao corpo. A hidratação também ajuda a evitar a compulsão alimentar, além de te suprir sais minerais importantes, que fazem com que o corpo responda melhor a qualquer alimentação.

  • separator

Fonte: PORTAL TERRA – VIDA E ESTILO

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: