Cavani decide, Uruguai vence Chile e fica com 1º lugar do Grupo C – Lance






Em jogo muito disputado e com poucas chances de gol no Maracanã, nesta segunda-feira, o Uruguai contou com um belo gol de Cavani no final da partida para garantir a vitória por 1 a 0 sobre o Chile e o primeiro lugar do Grupo C da Copa América.

Com sete pontos conquistados, o Uruguai vai encarar o Peru nas quartas de final da competição. Já o Chile, segundo colocado, com seis pontos, vai enfrentar a Colômbia na próxima fase.


Leia mais: Equador e Japão empatam, e Brasil pega Paraguai na próxima fase

Chile melhor em campo

O primeiro tempo da partida foi um retrato das arquibancadas do Maracacã: domínio do Chile sobre o Uruguai, principalmente no meio de campo. Com mais posse de bola, os chilenos tocavam bem a bola, mas tinham dificuldade de entrar na área uruguaia, que contou com a ótima e inspirada dupla de zaga formada por Giménez e Godín.

Assim, as melhores chances do Chile na partida surgiram em chutes de fora da área. Primeiro, com Sánchez, que mandou por cima do gol e, depois, com Aránguiz, que obrigou Muslera a fazer uma boa defesa. Entretanto, após isso, os chilenos não conseguiram chegar com mais perigo.

Uruguai responde

Com o desfalque de Torreira, com um estado febril, Óscar Tabárez escalou Valverde no meio campo. E, por opção do técnico, Arrascaeta começou como titular ao lado de Lodeiro, no lugar de Nández. Mas esta formação teve dificuldade. Tanto para marcar o Chile como para criar jogadas. As melhor chances do Uruguai no primeiro tempo foram num chute de fora da área do meia do Flamengo e com Suárez, aos 21 minutos, num lance um tanto quanto inusitado. Ele driblou o goleiro Arias, mas ficou sem ângulo para chutar. Quando tentou tocar para o meio da área, o camisa 1 do Chile se recuperou e espalmou para escanteio. Provavelmente achando que estava fora da área, Suárez pediu falta no toque do goleiro, mas o juiz Raphael Claus, obviamente, nada deu.

Invasão de campo

Aos 28 minutos do segundo tempo, um torcedor invadiu o gramado do Maracanã e conseguiu correr até o meio de campo. Nem os quatro seguranças que corriam atrás dele conseguiam o parar. Então, o zagueiro chileno Jara derrubou o torcedor colocando a perna na frente dele. Suárez chegou a pedir cartão amarelo para Jara, mas Claus nada deu.

Cavani decide

Num segundo tempo em que estava sendo marcado apenas pela invasão de campo do torcedor, o craque Cavani apareceu perto do fim da partida para deixar a sua marca no Maracanã. Após uma bela troca de passes do ataque uruguaio, Rodríguez recebeu de Suárez pela esquerda e cruzou para área. Cavani acertou uma bela cabeçada no contrapé do goleiro Arias e garantiu o primeiro lugar do Grupo C para o Uruguai.

CHILE 0 X 1 URUGUAI

Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Data/hora: 24/06/2019, às 20h (de Brasília)
Árbitro: Raphael Claus (BRA)
Assistentes: Marcelo Van Gasse e Kleber Lucio Gil (BRA)
VAR: Wilton Sampaio (BRA)
Público/Renda: 49.275 pagantes/R$ 11.749.970,00
Cartão amarelo: Giovanni González (URU)

GOLS: Cavani, 36’/2ºT (0-1)

CHILE: Arias, Paulo Díaz, Medel (Lichnovsky, 8’/2ºT), Jara (Castillo, 44’/2ºT), Maripán e Opazo; Pulgar, Aránguiz e Pablo Hernández; Alexis Sánchez e Vargas (Junior Fernandes, 32’/2ºT). Técnico: Reinaldo Rueda.

URUGUAI: Muslera, Cáceres, Giménez, Godín e Giovanni González; Valverde (Coates, 46’/2ºT), Bentancur, Arrascaeta (Jonathan Rodríguez, 30’/2ºT) e Lodeiro (Nández, Intervalo); Luis Suárez e Cavani. Técnico: Óscar Tabárez.



























Fonte: R7

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: