fbpx

Celso de Mello já considerou Moro parcial e vai decidir suspeição – Política

Carlos Moura/SCO/STF

Ministro Celso de Mello durante sessão do STF

O decano do STF (Supremo Tribunal Federal), Celso de Mello, é responsável pelo voto de desempate no julgamento sobre a suspeição do ex-juiz Sérgio Moro na Segunda Turma da corte. O ministro do STf já voltou diversas vezes contra a Lava Jato nas principais deliberações sobre a operação.

Celso de Mello já julgou um caso parecido envolvendo moro, em 2013, um doleiro acusava Moro de ser imparcial em um julgamento do caso Banestado. O ministro julgou que Moro errou ao quebrar o sigilo do doleiro e votou pela suspeição do ex-juiz da Lava Jato, mas foi voto vencido. 

Os ministros Gilmar Mendes e Ricardo Lewandowski votaram pela suspeição de Moro no julgamento do ex-presidente Lula pela Lava Jato no casp do Triplex do Guarujá e criticam a atuação do ex-juiz nos processos. Já o ministra Carmén Lúcia e o relator da Lava Jato no STF, Edson Fachin, votaram contra o pedido de suspeição de Moro. Celso de Mello deve votar até o final de outubro, pois se aposenta em novembro. 

Celso de Mello pode anular a condenação de Lula no caso do triplex, único em que Moro julgou o ex-presidente. A votação pela suspeição pode significar a anulação de decisões tomadas por Moro em outros processos, como do sítio de Atibaia e do Instituto Lula. O decano historicamente se posicionou contra as decisão da Lava Jato, mesmo em momento de forte apelo popular. 

Fonte: Google News

Deixe uma resposta

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!