fbpx

Chile vence Colômbia nos pênaltis e é semifinalista da Copa América – Esportes


Após um jogo eletrizante, apesar do placar de 0 a 0 no tempo normal, o Chile venceu a Colômbia nos pênaltis por 5 a 4 nesta sexta-feira (28), na Arena Corinthians, em São Paulo, pelas quartas de final da Copa América 2019.


Agora, os chilenos terão pela frente o vencedor do confronto entre Uruguai e Peru, neste sábado (29), para lutar por uma vaga na final da competição. A outra semi será disputada entre Brasil e Argentina.


A partida teve início aproximadamente 20 minutos após o horário determinado pela Conmebol (20h), porque a delegação chilena atrasou a chegada ao estádio devido ao trânsito paulistano.


O jogo


A seleção colombiana começou a partida a todo vapor, empurrando os chilenos para o campo de defesa e alçando bolas na área dos adversários.


Aos 7 minutos, o volante chileno Aránguiz, jogador do Internacional, levou o cartão amarelo logo aos 7 minutos por uma entrada faltosa no atacante Radamel Falcao Garcia.


COSME RÍMOLI: Tite terá o que queria. Tudo ou nada contra a Argentina de Messi


No entanto, o Chile fez a primeira jogada de emoção da partida e quase abriu o placar, aos 11 minutos.


Após cruzamento da direita, feito pelo atacante Fuenzalida, Aránguiz cabeceou e obrigou o goleiro Ospina a fazer uma grande defesa e salvar a Colômbia de sofrer o primeiro gol no Itaquerão.


Gol anulado pelo VAR


Aos 15 minutos, os chilenos saíram na frente em uma falha da defesa colombiana, mas tiveram o gol invalidado pela arbitragem após a interferência do VAR. 


O atacante Alexis Sánchez passou para Beausejou na esquerda, que cruzou. O lateral Davinson Sánchez e o goleiro Ospina se atrapalharam e a bola sobrou para Aránguiz, que tocou para o gol.


Porém, o árbitro Néstor Pestana consultou o assistente de vídeo devido à posição de um jogador chileno na origem da jogada. O VAR reviu o lance e confirmou o impedimento.


Aos 24 minutos, Falcao Garcia dominou na frente da área e girou para chutar, mas a bola saiu mascada e o goleiro Arias encaixou sem dificuldades.


Na sequência, foi a vez do ex-palmeirense Mina — bastante vaiado por parte da torcida na Arena Corinhians — tentar um toque de cabeça, mas o meio-campista Arturo Vidal conseguiu desviar.



Já aos 31 minutos, um desentendimento entre Alexis Sánchez e Mina provocou uma grande confusão entre os jogadores das duas seleções. O árbitro Néstor Pitana interveio e os ânimos se acalmaram.


Na volta do segundo tempo, a seleção colombiana foi responsável pelo primeiro lance de perigo da partida.


Logo aos 2 minutos, o meia canhoto James Rodríguez cobrou falta pela lateral direita da área e quase surpreendeu o goleiro Arias.


Pouco depois, aos 5 minutos, Roger Martínez fez boa jogada e passou para Falcao Garcia, que tocou para Cuadrado. O meia da Juventus chutou forte, mas a bola saiu pela linha de fundo.


Mas o Chile deu o troco em uma bomba desferida por Eduardo Vargas, de fora da área. Ospina fez a defesa em dois tempos e evitou o gol.


Depois, aos 13 minutos, Aránguiz fez um belo lançamento para Alexis Sánchez, que arrancou, ganhou da defesa na velocidade, mas chutou para fora. No entanto, a arbitragem assinalou impedimento e invalidou o lance.


Mais um gol chileno invalidado


Aos 25 minutos, Vidal aproveitou um rebote após chute de Sánchez e, dentro da área, bateu seco, rasteiro, para vencer o goleiro Ospina e abrir o placar: 1 a 0.


Porém, o árbitro Néstor Pitana se valeu, mais uma vez, da análise do VAR devido a um toque no braço esquerdo de Maripán — antes de a bola sobrar para Vidal — e anulou outro gol da equipe chilena.


Os chilenos seguiram tendo mais volume ofensivo e reclararam de dois supostos pênaltis, mas não conseguiram vencer a barreira formada pela zaga colombiana e a decisão da vaga ficou para as cobranças de pênaltis.


Penalidades


O colombiano James Rodríguez, camisa 10 e capitão do time, começou a série de cobranças e fez o primeiro gol. Vidal empatou para o Chile. Cardona fez o segundo da Colômbia. Vargas igualou o placar das penalidades novamente: 2 a 2.


Depois, Cuadrado colocou novamente a Colômbia em vantagem. Mas Pulgar empatou de novo: 3 a 3. Em seguida, o zagueiro Mina foi para a batida e fez o quarto gol para os colombianos. Aránguiz empatou novamente: 4 a 4.


Na última cobrança da série inicial, o colombiano Tesilio jogou para fora e deu a oportunidade de o Chile definir a classificação na cobrança de Alexis Sánchez. O atacante do Manchester United fez o quinto e colocou o Chile na semifinal da Copa América.


Veja melhores imagens da vitória do Brasil sobre Paraguai nos pênaltis:




Fonte: R7

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!