fbpx

Chuva de meteoros Perseidas terá ápice nesta semana; saiba como ver

Visível anualmente nesta época do ano, a chuva de meteoros Perseidas vai atingir seu ápice na próxima quarta-feira, 13, e a previsão é de que, dependendo da localização do observador e das condições de luminosidade, seja possível visualizar até 100 meteoros por hora. Em São Paulo, o melhor horário para observação será às 5h30 e uma bússola pode ajudar a encontrar o ponto em que o fenômeno vai ocorrer. Binóculos e telescópios podem atrapalhar a observação.

“O que se destaca é a quantidade de meteoros por hora. A previsão é de, mais ou menos, 100 meteoros (por hora). São meteoros longos, que deixam rastros. No popular, são as estrelas cadentes”, explica o professor e consultor de astronomia da Climatempo Marcos Calil. A chuva de meteoros pode ser vista quando a Terra, ao orbitar o sol, passa por fragmentos cósmicos do cometa Swift-Tuttle, que são atraídos para a atmosfera por ação da gravidade. “Quando entram na atmosfera, fazem os riscos luminosos, que são os meteoros, que é o fenômeno luminoso.”

Mas a visualização depende de diversos fatores, entre eles a poluição luminosa, segundo Calil. “Uma pessoa em São Paulo, embaixo de um poste de luz, não vai conseguir ver. No alto de um prédio, não no centro nervoso, como é a Avenida Paulista (na região central de São Paulo), pode ser que veja. Mais afastado, em uma cidade com média poluição luminosa, como a Praia Grande, Santos, consegue ver um pouco mais. No interior, as pessoas começam a ver em uma taxa mais interessante.”

E não é necessário nenhum equipamento para fazer a observação. “A pessoa pode observar a olho nu. Pegar uma cadeira de praia e olhar para a direção certa. Não é para usar binóculo nem telescópio, porque eles vão pegar uma área do céu muito pequena e o seu campo visual vai ser reduzido, porque vai aproximar demais”, ensina.

Nas regiões Norte e Nordeste, a orientação é olhar no horizonte norte do céu, direção que pode ser encontrada com ajuda de uma bússola ou de aplicativos de celular com essa função, entre 2h e 4h30 da madrugada. “Essas regiões têm a melhor localização no Brasil para poder observar, porque (a chuva de meteoros) vai estar em uma altura em relação à linha do horizonte bem favorável à observação.”

Em São Paulo, a recomendação é tentar ver o fenômeno por volta das 5h30. Segundo Calil, que também tem um canal no YouTube sobre astronomia, é possível visualizar a chuva de meteoros com qualidade três dias antes e três dias depois do auge. “Essa chuva de meteoros é extremamente propícia para o hemisfério Norte”, diz o astrônomo. Em seu site, que divulga fotos comentadas por astrônomos, a Nasa – a agência espacial norte-americana – diz que a Perseidas será uma das melhores chuvas de meteoros deste ano.

Veja também:

Investidores internacionais pedem resultados contra desmatamento

Estadão

  • separator

Fonte: Terra

Deixe uma resposta

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!