fbpx

Com AstraZeneca e Novavax, Japão aumenta estoques de candidatas a vacina contra covid-19

O Japão fechou acordo nesta sexta-feira, 7, para comprar 120 milhões de doses da vacina experimental contra covid-19 da AstraZeneca a partir do início próximo ano, informou o ministro da Saúde Katsunobu Kato.

Também na sexta-feira, a empresa japonesa Takeda anunciou que vai produzir e vender 250 milhões de doses anualmente no país do imunizante desenvolvido pela Novavax, com apoio financeira do governo.

Segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), há 164 vacinas em desenvolvimento, sendo 25 dessas na fase de teste com humanos. Seis delas estão no estágio final dos ensaios – entre elas, a da AstraZeneca.

No contrato da farmacêutica britânica com o Japão, 30 milhões de unidades iniciais serão recebidas em março de 2021. Os preços não foram revelados e o ministro acrescentou que laboratórios nacionais ajudarão no fornecimento da imunização.

Os dois acordos foram estabelecidos uma semana após a compra de 120 milhões de doses da vacina em estudo da Pfizer e BioNTech pelo governo japonês.

“Nós esperamos que cada uma dessas candidatas seja bem-sucedida, mas o desenvolvimento de uma vacina é tido como bastante difícil”, disse Kato. “Com isso em mente, estamos em conversas com outros fabricantes de imunização também”.

Japão é o mais novo país a assinar com a AstraZeneca pela vacina, conhecida como AZD 1222, que está sendo estudada em parceria com a Universidade de Oxford. A farmacêutica está em negociações com Rússia, Brasil e outras nações sobre acordos de fornecimento.

A empresa disse que a JCR Pharma ajudará a fabricar parte do seu imunizante potencial contra coronavírus e também importará doses como parte do contrato com o Japão. A farmacêutica não informou o volume que corresponde a produção doméstica e importação, nem disse da onde viriam as vacinas do exterior.

A japonesas Daiichi Sankyo Biotecnology e a KM Biologics realizarão parte da produção, como encher frascos e embalagens. A Daiichi Sankyo, juntamente com a Meiji Seika Pharma, também prestarará apoio à distribuição dos imunizantes.

Enquanto busca por vacinas em outros países, o Japão desenvolve as suas candidatas. A AnGes Inc e a Universidade de Osaka estão trabalhando com uma imunização baseada em DNA, enquanto a Shionogi & Co estuda uma de proteína recombinante. / Com Reuters

Veja também:

Beirute: A mãe em trabalho de parto durante a explosão

  • separator

Fonte: Terra

Deixe uma resposta

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!