Com vendas em queda e perda de valor na bolsa, Aston Martin aposta em James Bond para se reerguer – Notas – Glamurama

Daniel Craig, o atual intérprete de James Bond, e um modelo da Aston Martin || Créditos: Reprodução

Uma das marcas de luxo mais desejadas do mundo vive sua pior fase ao mesmo tempo em que aposta que um dos heróis mais famosos da telona poderá lhe salvar. Glamurama explica: é que a britânica Aston Martin Lagonda teve um prejuízo de £ 13,5 milhões (R$ 72,6 milhões) no terceiro trimestre, um resultado que seus executivos creditam à desaceleração da economia mundial nesse ano, sem falar nos efeitos do Brexit e nas dificuldades da indústria automotiva como um todo.

Some-se a isso o fato de que a empresa estreou na bolsa em outubro do ano passado e de lá pra cá viu o preço de sua ação derreter 75%, e dá pra dizer que o caso é o de uma tempestade perfeita. Mas há uma esperança para a montadora fundada em 1913, e ela se chama… James Bond! Isso porque nada menos que quatro novos modelos Aston Martin serão apresentados ao mundo no próximo filme sobre o agente secreto, que estreia em abril de 2020.

E quando fez o mesmo tipo de divulgação em outras fitas estreladas pelo 007, a Aston Martin Lagonda – que conta com o príncipe Charles entre seus clientes fiéis – viu suas vendas aumentarem consideravelmente. Apesar dos pesares, a fabricante do modelo DB5 (que foi destaque em “007 Contra Goldfinger”, de 1964) deverá terminar o ano com receitas acima de £ 1 bilhão (R$ 5,4 bilhões) e um prejuízo um pouco menor do que o registrado em 2018, que foi de £ 57,1 milhões (R$ 307,2 milhões). (Por Anderson Antunes)

(function(d, s, id) {
var js, fjs = d.getElementsByTagName(s)[0];
if (d.getElementById(id)) return;
js = d.createElement(s); js.id = id;
js.src = “http://connect.facebook.net/pt_BR/sdk.js#xfbml=1&version=v2.4&appId=1409357522615229”;
fjs.parentNode.insertBefore(js, fjs);
}(document, ‘script’, ‘facebook-jssdk’));

Fonte: Glamurama

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: