fbpx

Como funcionam as notas de corte nos concursos da PF e PRF?

Entenda como a pontuação dos exames pode influenciar sua rotina de preparação

Você sabia que as notas de corte nos concursos PF e PRF podem te ajudar na preparação para essas provas? Elas servem de parâmetro para o desempenho que o concurseiro precisa obter no dia da prova, e podem ser muito úteis para medir se o aluno está próximo ou não da aprovação. Mas primeiro, antes de entender como deixar sua rotina de estudos apropriada para os exames da Polícia Federal e Polícia Rodoviária Federal, vamos entender o que são as notas de corte e como elas funcionam.

O que são as notas de corte

A nota de corte de um concurso público nada mais é do que a pontuação mínima que o candidato precisa atingir para ser aprovado no cargo. Geralmente, os concurseiros tomam como base o valor do último concurso, para tentar prever a nota mínima necessária para ele passar. Mas cuidado: ultrapassar a nota de corte não significa, necessariamente, que você será chamado para o cargo. Isso depende de muitos aspectos, como o número de vagas imediatas oferecido pelo certame, por exemplo.

Leia mais: Concurso PRF: divulgada a data do edital e agora?

Por isso, a nota de corte é a pontuação que o candidato precisa tirar para ser aprovado dentro do número de nomeados, ou seja, do número de pessoas necessárias para preencher as vagas. “No caso da PF e PRF, a nota de corte habilita o candidato a prosseguir para a próxima etapa, ou seja, ela condiciona a correção da prova discursiva. Assim, para ter a sua redação corrigida, você precisa atingir a classificação mínima”, explica Diego Rocha, professor e analista pedagógico da Carreira Policial no AlfaCon Concursos Públicos.

Quer estudar de graça para o concurso da PRF? Clique aqui e conheça nosso curso GRATUITO!

Fatores que influenciam a nota de corte

Muitos fatores podem influenciar a nota de corte de um concurso. Entenda alguns deles:

  • Número de vagas: Alguns certames consideram a nota de corte como a pontuação obtida pelo último candidato aprovado dentro do número de vagas. Por isso, a análise do edital é importante para verificar a quantidade de vagas disponíveis e, com base nisso, tentar prever a nota de corte do concurso;
  • Sistema de pontuação da banca organizadora: O modelo de correção adotado por cada banca pode influenciar o aumento ou a diminuição da nota de corte. A Cebraspe, por exemplo, utiliza um sistema em que cada questão errada anula uma questão certa. Assim, as notas de corte acabam diminuindo;
  • Conteúdo programático: Concursos que exigem matérias diferentes em relação ao último certame costumam ter notas de corte menores. Isso porque os candidatos costumam se preparar com base na última prova realizada e, assim, o tempo de estudo para as novas disciplinas seria menor;
Estude para o concurso PF! Clique aqui e conheça nosso curso GRATUITO!
  • Dificuldade da prova: Um exame com baixo nível de dificuldade vai fazer com que a nota de corte do concurso seja mais alta, já que uma prova mais fácil exige uma preparação menor. Por isso, uma nota de corte alta não significa que o concurso seja mais difícil de passar;
  • Área do concurso: As carreiras policiais costumam ter uma nota de corte mais baixa, pois o processo seletivo é extenso e envolve muitas etapas além da prova. As carreiras tribunais, porém, são conhecidas por notas de corte mais elevadas;
  • Escolaridade: Um concurso de nível médio costuma ter uma nota de corte maior do que um concurso de nível superior. Isso porque o número de pessoas que possuem graduação no Ensino Médio é muito maior que o número de pessoas com graduação especializada.
Leia mais: Concurso PF: veja exemplo de redação nota máxima

Como usar a nota de corte durante a preparação

A nota de corte pode ser um instrumento interessante para o concurseiro no momento de organizar sua rotina de estudos. Ela dirá ao aluno o quanto ele deve estudar e como deverá ser o seu nível de preparação. “Aconselho o estudante a estabelecer uma margem mínima e uma margem máxima de pontuação que ele acredita alcançar na prova. Dessa forma, o concurseiro pode deixar seu estudo mais direcionado na hora de resolver simulados, por exemplo. Assim, ele terá um objetivo claro do que precisa alcançar”, afirma Rocha.

Últimas notas de corte nos concursos da PF e PRF

A última seleção para a Polícia Federal (PF) foi em 2018, e teve como banca organizadora a Cebraspe, exigindo um nível técnico maior no exame. As notas de corte do concurso PF para o cargo de Agente foi de 56,6% de aproveitamento, o que correspondeu a 68 pontos na prova objetiva. Para o cargo de Escrivão, a nota de corte foi de 40,8%, o que correspondeu a 49 pontos na prova objetiva.

Leia mais: Cebraspe: conheça as principais características da banca

Já na Polícia Rodoviária Federal, que também teve seu último certame em 2018 e a Cebraspe como banca organizadora, a nota de corte foi de 92 pontos na prova objetiva para o cargo de Policial Rodoviário, o que correspondeu a 76,6% de aproveitamento.

| Gostou da dica? VEJA MAIS AQUI! |

Fonte: Google News

Deixe uma resposta

Jornais Virtuais