Como podemos prevenir as hérnias de disco

As hérnias de disco são uma patologia comum e grave que pode exigir uma intervenção cirúrgica. No entanto, existem vários fatores que podemos considerar para diminuir significativamente a probabilidade de ter que lidar com uma delas.

Hérnias de disco: definição

As hérnias de disco ocorrem quando há uma ruptura do anel fibroso que forma a camada externa dos discos existentes entre cada uma das nossas vértebras. Quando isso acontece, o núcleo que está dentro do anel, que tem uma consistência gelatinosa, sai do lugar.

Se a ruptura ocorrer para trás, o que é o mais frequente, o núcleo vai pressionar os nervos que atravessam a coluna ou medula espinhal.

Por isso, o principal sintoma de alguém que tem hérnia de disco é uma dor constante e geralmente aguda. Além disso, dependendo da altura onde a hérnia ocorreu, também teremos outros sintomas. Por exemplo, se ela estiver na altura cervical, podemos ter dor nos ombros ou nos braços, além de dormência na área.

Devido às características da coluna vertebral e o nosso estilo de vida atual, as áreas lombar e cervical são as que são mais propensas às hérnias.

Causas e prevenção

Para entender como podemos evitar as hérnias de disco, devemos primeiramente conhecer as suas causas. As mais frequentes são as seguintes:

Causas

A primeira causa é a idade. À medida que envelhecemos, as estruturas corporais se enfraquecem e um esforço que conseguíamos fazer enquanto jovens pode virar algo além dos nossos limites.

A segunda causa está relacionada à anterior: os esforços. Devemos ter muito cuidado para não exigir um trabalho excessivamente pesado da nossa coluna.

Em terceiro lugar, temos os movimentos inadequados. Uma má postura ao fazer um esforço, por menor que seja, danificará as estruturas gradualmente.

Finalmente, outro fator que tem muita influência é o sedentarismo. A falta de exercício físico fará com que as estruturas do corpo já fiquem fracas por si só, fazendo assim com que qualquer movimento errado tenha um impacto ainda maior.

Prevenção

Tendo em vista tudo o que foi dito anteriormente, para evitar o aparecimento de hérnias de disco, devemos seguir as dicas abaixo:

  • Manter uma boa higiene postural. Isso é essencial tanto enquanto estamos sentados quanto se estivermos andando, correndo, nadando, levantando alguma coisa, trabalhando… Sempre devemos tentar manter uma boa postura corporal. Toda vez que nos sentamos com as costas curvadas no sofá ou pegamos as sacolas do supermercado abaixando sem dobrar os joelhos, estamos prejudicando a nossa coluna. Devemos ter um cuidado especial com os movimentos de flexão e rotação do tronco, pois são movimentos que prejudicam a coluna. Assim, é sempre melhor nos posicionarmos em frente ao peso que formos levantar, ao invés de nos agacharmos de lado.
  • Evite movimentos prejudiciais repetitivos. Isso significa substituir movimentos que repetimos muitas vezes durante o dia por outros que atinjam o mesmo efeito. Por exemplo: trocar de braço para executar tarefas no trabalho, ao invés de sempre usar o nosso lado dominante ou então alternar períodos em pé e sentados.
Mulher com hérnias de disco
  • Manter um bom condicionamento físico. Devemos combater o sedentarismo, e isso é alcançado simplesmente através dos exercícios físicos, mesmo que seja apenas uma caminhada. Simplesmente devemos evitar ficar a maior parte do dia sentados. Da mesma forma, também podemos prestar atenção à necessidade de movimentar o pescoço com frequência, caso fiquemos sentados no trabalho, por exemplo. Olhar para os dois lados, inclinar a cabeça e olhar para cima e para baixo é muito importante para manter a área cervical em boas condições.

Exercício e alimentação, chaves para prevenir as hérnias de disco

O próximo ponto também está relacionado ao exercício: emagrecer. Afinal, se estivermos acima do peso, estaremos carregando um peso adicional sobre a nossa coluna o tempo todo. Dessa forma, uma das consequências pode ser o aparecimento das hérnias de disco.

Finalmente, também cuide da sua dieta. A alimentação tem como objetivo fornecer ao nosso corpo as substâncias necessárias não apenas para funcionar adequadamente no dia a dia, mas também para nos recuperarmos após fazer um esforço.

Se não tivermos uma alimentação equilibrada, os músculos sofrerão, assim como os ossos, ligamentos e tendões. Se uma estrutura não conseguir se regenerar adequadamente, serão acumulados danos que, a longo prazo, serão muito prejudiciais.

Da mesma forma, também é necessário destacar que fumar não é conveniente. O tabagismo pode alterar a maneira como o corpo absorve as substâncias das quais ele precisa, de modo que isso também deve ser levado em consideração, mesmo que não tenha um efeito direto.

!function (f, b, e, v, n, t, s) {
if (f.fbq) return;
n = f.fbq = function () {
n.callMethod ?
n.callMethod.apply(n, arguments) : n.queue.push(arguments)
};
if (!f._fbq) f._fbq = n;
n.push = n;
n.loaded = !0;
n.version = ‘2.0’;
n.queue = [];
t = b.createElement(e);
t.async = !0;
t.src = v;
s = b.getElementsByTagName(e)[0];
s.parentNode.insertBefore(t, s)
}(window, document, ‘script’,
‘https://connect.facebook.net/en_US/fbevents.js’);
fbq(‘init’, ‘1677839712495774’);
fbq(‘track’, ‘PageView’);
fbq(“trackCustom”, “ViewMSContent”, {content_cat7: basePageAttr.category, content_tags: basePageAttr.tags})

Fonte: R7

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: