fbpx

Como treinar e aprimorar constantemente a sua oratória

Ei, Speaker! Tudo bem?

Um erro muito comum é pensar que, após desenvolver uma determinada habilidade, não é mais preciso treinar ou encontrar meios de seguir aprimorando. Com as competências ligadas à comunicação e à oratória, esse erro também acontece – e de forma frequente.

Ao contrário do que muita gente imagina, é indispensável se manter ativo e atualizado. E não apenas para evitar esquecer o que já foi aprendido, mas também – e em grande parte – para não se tornar obsoleto ou ficar de fora das novidades no que diz respeito a essas habilidades.

Pense bem, Speaker: um atleta já aprendeu as técnicas básicas para praticar o esporte ao qual se dedica, correto? Ainda assim, se quiser se manter em alto nível (e não apenas fisicamente), ele precisa dedicar horas e horas para treinar e se aprimorar.

Um aspecto importante, se pensamos na comunicação, é que ela não é estática, mas se modifica todo o tempo, especialmente hoje, com a internet e as redes sociais. Por isso mesmo, é indispensável continuar treinando e aprimorando a forma como nos expressamos constantemente.

Neste artigo, falarei sobre como treinar e aprimorar a oratória. Veja!

Inclua exercícios de respiração em sua rotina!

Exercícios de respiração são utilizados em uma grande diversidade de contextos. Para os comunicadores, é preciso ter uma boa respiração, já que isso influencia na dicção de palavras e expressões, bem como no ritmo de fala. Esse tipo de exercícios é algo que deve ser uma constante, afinal, as vantagens que trazem são significativas.

Esteja atento para os vícios de linguagem!

Tipo assim, vícios de linguagem vão e vêm, né? “Tipo assim”, “né?”, “aí” e muitas outras expressões podem começar a fazer parte da nossa fala sem que nos demos conta. Elas são alguns exemplos de vícios de linguagem, para os quais a atenção deve estar sempre direcionada.

Mesmo que você não tenha uma apresentação agendada a curto prazo, procure se gravar falando sobre algum tema e identifique os vícios de linguagem que possui. Esse é o primeiro passo para livrar-se deles!

Se informe!

O que você leu ontem sobre um assunto nem sempre faz sentido hoje, já que tudo muda rapidamente. Por isso mesmo, procure estar sempre bem informado sobre os principais fatos do Brasil e do mundo. Se você se dedica a uma área específica, garanta que suas opiniões e dados de apoio estejam atualizados. Isso te dará maior segurança em situações de exposição de fala, além de ser um caminho para conseguir falar (bem) de improviso quando for necessário.

Use pausas. E se familiarize com elas!

Um dos motivos pelos quais é tão importante continuar treinando e aprimorando habilidades de oratória é que, pela prática, técnicas importantes vão se tornando mais familiares para nós. Com o tempo, já teremos hábitos comunicacionais positivos naturalizados e, automaticamente, os usaremos em todas as situações de exposição de fala.

Um bom exemplo é o uso dos silêncios, as pausas intencionais. Saber aplicar o silêncio, garantindo, com isso, um bom ritmo de fala, é algo que deve ser uma preocupação dos comunicadores. Bons momentos para utilizar esses tais silêncios são entre um tópico e outro, antes de começar a contar uma história ou, mesmo, depois de abordar um trecho denso.

Domine a sua linguagem não-verbal.

Outro cuidado constante é dominar a linguagem não-verbal, evitando, com isso, ser vítima de sinais que não queríamos enviar.

Criar harmonia entre nossas expressões faciais e o conteúdo da nossa fala, evitar gestos involuntários e/ou excessivos, conseguir manter contato visual com os demais e saber variar o tom da nossa voz são algumas das competências ligadas à linguagem não-verbal de suam importância.

 

Como podemos ver, Speaker, praticar a autocrítica é algo importantíssimo para estarmos sempre antenados à forma como nos comunicamos. Dessa maneira, podemos continuar aprimorando habilidades que já desenvolvemos e lapidando o que ainda pode ser melhorado. Pense nisso!

Se você está insatisfeito com a forma como se comunica, considere fazer um treinamento em oratória direcionado às suas necessidades e ao contexto do seu dia a dia profissional! Fale com a gente para saber mais!

 

Fonte:

www.thespeaker.com.br

 

 

The Speaker

  • separator

Fonte: TERRA

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!