fbpx

Compare funções, anuidade, taxas dos cartões digitais e programa de fidelidade

Pioneira na revolução dos cartões digitais, a Fintech Nubank inovou em trazer um cartão de crédito livre de anuidade e 100% controlado digitalmente. Com o sucesso, não demorou muito para a concorrência vir à tona. Outro cartão de crédito que se destacou nesse setor foi o cartão de crédito Digio. Este, vem batendo de frente no Nubank e se destacando por seus serviços oferecidos. Mas afinal, qual é a melhor aquisição? Veja o comparativo

Nubank

O roxinho é um dos cartões mais amados pelos brasileiros, por oferecer flexibilidade total de não ser vinculado a uma agência bancária tradicional, o que exclui toda a burocracia tradicional envolvida em um cartão de crédito convencional.

Todo o gerenciamento do cartão é feito pelo aplicativo, sem complicação com uma interface bastante intuitiva, contando com um atendimento simples e prático pelo chat do app.

Contudo, para obter o cartão de crédito, é necessário um convite, que por vezes pode ser negado, em função da análise de crédito realizada pelo banco.

Confira detalhadamente todos especificidades oferecidas pela fintech:

Tarifas

Anuidade – R$ 0
Pagamento de contas – R$ 0
Retirada de recursos (saque) – R$ 0
Avaliação emergencial de crédito (overlimit) – R$ 0
Emissão de 2ª via do cartão – R$ 0

Tarifas Nubank Rewards

Anuidade cartão diferenciado – R$190 ou 12x R$19

Taxas de juros

Juros de crédito rotativo – 2,75% – 14,00% ao mês
Juros de parcelamento da fatura – 2,50% – 13,75% ao mês
Em caso de atraso: Juros (mesma taxa do rotativo ou do parcelamento) + mora de 1% ao mês 3,50% – 15,00% ao mês
Multa de atraso – 2%

Compras e saques internacionais

Dólar referência – PTAX Venda + 4%
IOF – 6,38%

Tarifas NuConta

Mensalidade – R$ 0
Transferência TED – R$ 0
Transferência entre NuContas – R$ 0

Digio

O cartão de crédito Digio vem conquistando os brasileiros cada vez mais, contudo há certas diferenças em relação ao roxinho. Antes de mais nada, ele é vinculado ao banco CBSS, associado ao Banco do Brasil e Bradesco, o que exclui a possibilidade de qualquer individuo com alguma pendência com os bancos obtenha o cartão.

Apesar disso, não há agências físicas, de modo que seu atendimento é controlado diretamente pelo app do Digio da mesma forma que seu concorrente.

Com a bandeira Visa, para solicitar o cartão basta ter 18 anos e fazer o pedido pelo aplicativo.

Veja com maior detalhes suas especificidades:

Tarifas

Reemissão de cartão – R$ 0,00
Parcelamento de fatura – R$ 0,00
Saque nacional – R$ 0,00
Saque internacional – R$ 0,00

Taxas

Parcelamento de fatura – 8,90% a.m.
Juros de atraso – 10,99% a.m.
Multa – 2,00%
Parcelado emissor – 3,99% a.m.
Saque nacional – 7,90% a.m.
Saque internacional – 7,90% a.m.

Serviços

Avaliação emergencial de crédito (Overlimit) – R$ 4,99
Conversão de moedas (transações internacionais) – Dólar PTAX + 4,00%
Refinanciamento – 7,90% a.m.
Renegociação – 7,90% a.m.

Nubank ou Digio: Cobrança de taxas e tarifas

Ambos os cartões não cobram tarifas para utilização do cartão. Isto é, não a cobrança sob anuidade, tarifas de manutenção, taxa para retirada de recursos, entre outras.

Nubank ou Digio: Cobrança de juros

Nubank

A cobrança de juros é um aspecto que há divergências entre os bancos. O Nubank possui juros na modalidade de crédito rotativo, o que possibilita o pagamento de um valor mínimo na fatura do cartão.
Quando não for possível pagar a fatura atual, esta, poderá ser paga no mês seguinte, com a cobrança de juros. O valor do juros dependerá da situação, podendo variar entre 2,75% a 14% ao mês.

Digio

Já com o Digio, mês a mês, em todas as fatuas são cobrados juros. Entretanto, também é possível parcelar o valor final da fatura, com juros de 7,9% ao mês. Caso não ocorra o pagamento da fatura no final do mês, os juros sobem para 11% ao mês.

Avaliação emergencial de crédito

O Nubank sai na frente no quesito avaliação emergencial de crédito, de modo que não há nenhuma cobrança, podendo ser solicitada diretamente no aplicativo. Já o Digio cobra uma taxa de R$ 4,99 para o serviço.

Programa de fidelidade

Enquanto o Nubank possui um programa de fidelidade próprio, o Nubank Rewards, de modo que o cliente pague R$190 ou 12x R$19 para poder “apagar” os seus pontos que nunca expiram, além do Mastercard Surpreenda – Benefício oferecido pela bandeira do cartão, o Digio possui o programa de sua bandeira, o chamado “Vai de Visa” que ofertas, promoções e benefícios exclusivos para clientes Visa.

Considerações finais

Embora a experiência de ambos seja semelhantes, o Nubank costuma um maior limite de crédito, e também um melhor atendimento.Outra grande diferença é quanto a plataforma de acesso. Enquanto o Digio concede gerenciamento apenas pelo aplicativo, o Nubank permite acesso a conta independente do dispositivo, computador ou Smartphone.

Ademais, o Digio se destaca ao oferecer o digioCash, que permite ao cliente transferir parte de seu limite do cartão de crédito para uma conta poupança ou corrente. Com ele, é possível pagar a quantia em até 12 vezes fixas e o dinheiro fica disponível na conta em até um dia útil.

Por fim, o Nubank costuma ser um pouco mais restritivo em sua análise para aprovação do pedido do cartão. Se por ventura ocorrer uma reprovação, uma alternativa é tentar pelo Digio, que também não deixa a desejar.


Fonte: Edital Concursos Brasil

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!