fbpx

Comunidade outdoor de todo o mundo adere em peso ao #blacklivesmatter nos EUA

Montanhistas, escaladores, marcas e clínicos gerais de atividades outdoor se juntaram à chamada “Terça-Feira Negra” (black tuesday). Reel Rock, Tommy Caldwell, Ashima Shiraishi, Patagonia, entre outros destaques no universo putdoor, expressaram sua solidariedade com a forte demanda social contra o racismo policial nos EUA.

“Há um tempo em que o silêncio é uma traição”, escreveu Conrad Anker, um dos escaladores mais prestigiados da história, em sua conta oficial do Instagram, citando palavras de Martin Luther King.

A postagem de Anker veio dias após o assassinato de George Floyd, um cidadão afro-descendente, que foi sufocado pelo joelho por um policial branco por mais de 8 minutos. O fato veio à tona na mídia ao redor do mundo e foi condenado internacionalmente.

Na cidade norte-americana de Minneapolis, onde ocorreu o incidente, houve numerosos e fortes repúdios e protestos públicos que ecoaram em cidades como Nova York e Houston, por exemplo. Ontem, mesmo com o presidente Tump estimulando uso da força policial para conter protestos, as manifestações seguem intensas.

O que a comunidade outdoor tem a ver com isso?

 

Ver essa foto no Instagram

 

We join with those who call out the name of George Floyd in sorrow and anger against the systemic racism that pervades our land. We stand in solidarity with African Americans and people of color, including those among our colleagues and their families. And we call on business to work with government and civil society to address racism. We know that we have work to do. ⁠⠀ ⁠⠀ Environmental and social justice are inextricably linked and we all must address the intersection of people and planet and the core inequalities in our society. Patagonia remains deeply committed to saving our planet and a world where everyone has access to clean air, water, land, and a healthy community. Since 2016, we have dedicated over $4M to increasing support and attention to grassroots groups in frontline communities who are often hardest hit not only by racial injustice, but also the climate crisis, environmental pollution, and now the COVID-19 pandemic. Today, we are making a $100,000 donation to the NAACP Legal Defense Fund. Tomorrow, and in the weeks to follow, we will intensify our efforts to ensure that voting, the most basic civil right we have, is safe for everyone. ⁠⠀ ⁠⠀ Through our Action Works platform, we also encourage our community to learn more about the environmental justice and voter-turnout groups Patagonia supports. And we will continue engaging with our partners and grantees in communities of color to learn how we can best support them. We are committing to not only being more aware of racism and social injustice all around us but actively doing something about it. ⁠⠀ ⁠⠀ Nonviolent activism pushes progress. We have work to do.⁠⠀ #BlackLivesMatter

Uma publicação compartilhada por Patagonia (@patagonia) em 31 de Mai, 2020 às 4:33 PDT

A comunidade americana de atividades outdoor expressou sua rejeição geral ao racismo e ofereceu seu apoio ao trabalho de criar uma sociedade mais inclusiva, começando pela própria indústria de esportes outdoor.

Na Outdoor Retailer Snow Show, que teve cobertura exclusiva da Revista Blog de Escalada para o Brasil e Freeman Outdoors para o México, houve várias palestras e simpósios que abordaram com profundidade o tema.

Mostrando que não se omite diante da realidade que vive, a produtora de filmes outdoor Sender Films, por meio da conta da Reel Rock, publicou uma declaração de apoio ao tema.

Escalar não parece que importa agora. Vidas Negras Importam

Reel Rock na sua conta oficial do Instagram

Do movimento que está ocorrendo atualmente nos EUA, surgiu a hashtag #BlackOutTuesday, que acompanha a publicação de fundo negro em diferentes redes sociais. Atletas e parte da comunidade outdoor de todo o mundo, incluindo o México e Brasil, aderiram às publicações.

A marca Patagonia anunciou doação de US$ 100.000 ao Fundo de Defesa Legal da Associação Nacional para o Desenvolvimento de Pessoas de Cor (Fundo de Defesa Legal da NAACP) nos EUA. “Temos trabalho a fazer”, publicou no Instagram a Patagonia. A marca norte-americana de roupas e equipamentos para atividades outdoor se distingue pelo seu acentuado ângulo de responsabilidade social e ambiental.

“Nós nos unimos com aqueles que chamam o nome de George Floyd de arrependimento e raiva contra o racismo sistêmico que permeia nossa terra. Mantemos nossa solidariedade com afro-americanos e pessoas de cor, incluindo nossos colegas e suas famílias. E pedimos às empresas que trabalhem com o governo e a sociedade civil para combater o racismo. Sabemos que temos trabalho a fazer. ”

Patagonia. conta oficial do instagram

#BlackOutTuesday

As contas de inúmeros atletas, mídia, marcas e praticantes de esportes outdoor na América Latina apresentam fundos negros nesta terça-feira, 2 de junho, respondendo à convocação feita nos EUA para a “Blackout Tuesday”.

A campanha pediu apenas a exibição de quadrados negros como forma de solidariedade e demonstração digital, acompanhado pela hashtag #BlackoutTuesday.

Freeman é o mais importante site sobre escalada e esportes de montanha do México e organiza o mais assistido festival de filmes outdoor da América Latina

!function(f,b,e,v,n,t,s){if(f.fbq)return;n=f.fbq=function(){n.callMethod?
n.callMethod.apply(n,arguments):n.queue.push(arguments)};if(!f._fbq)f._fbq=n;
n.push=n;n.loaded=!0;n.version=’2.0′;n.queue=[];t=b.createElement(e);t.async=!0;
t.src=v;s=b.getElementsByTagName(e)[0];s.parentNode.insertBefore(t,s)}(window,
document,’script’,’https://connect.facebook.net/en_US/fbevents.js’);
(function(d, s, id) {
var js, fjs = d.getElementsByTagName(s)[0];
if (d.getElementById(id)) return;
js = d.createElement(s); js.id = id;
js.src = “https://connect.facebook.net/en_US/all.js#xfbml=1”;
fjs.parentNode.insertBefore(js, fjs);
}(document, ‘script’, ‘facebook-jssdk’));

Fonte: R7

Deixe uma resposta

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!